• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

02/11/2010

Meus poemas são teus versos



MEUS POEMAS SÃO TEUS VERSOS

(POETIK)



Meus poemas são teus versos
E teus versos são meu medo
Quando a rima de teu corpo
Me descobre em segredo

São de tinta, são de sangue
As palavras que se escrevem
Nessa folha, nessa cama
Onde as fomes acontecem

E de me leres assim te escrevo
Como me escreves sem ler
Meus poemas em tuas rimas
Tuas fendas de me perder

E houvesse asas no tempo
Asas que não nos caíssem
Apenas poemas e versos
Palavras que nos despissem

E quem sabe cedo ou tarde
Num infinito qualquer
Seria poema… homem
Serias rima… mulher

Porque lá, nesse lugar
Entre o sonho e o mar
É um só céu escurecido

Que a lua vem embalar
Num gesto de encenar
Nosso amor apetecido

Onde um só vento nos demanda
Uma só noite nos chama
Uma só chama se acende

Nessa fogueira que queima
Versos, poemas e a trama
De quem poeta se sente





Visite o autor:

Jorge du val (Poetik)

5 COMENTÁRIOS:

Isabelle Câmara

hummm.... uma coisa meio assim João Cabral de Melo Neto, meio Pablo Neruda... ;)

Chica

maravilhosa poesia de Duval!parabéns!beijos,chica

Brasigrega

Muito bom o poema!
Parabéns!

Um abraço

poetik

Desde já agradeço a honra de merecer um lugar neste espaço de poemas e poetas.
Quanto à divulgação do meu livro seria uma honra acrescida vê-lo por aqui.

Uma vez mais o meu muito obrigado e até sempre!


Ps:

Correcção ao meu nome: jorge du val ( o “du” separado do “val”

Abrsços!!!

Vivian

Olá!!
Linda poesia!! Parabéns ao autor!!

Fiz dois selinhos comemorativos para agradecer aos amigos!E vim oferece-los!!
Beijos
Boa semana
Atenciosamente

Compartilhe