• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

17/02/2011

Cais do Parto








Cais do Parto

(Isabelle Câmara)

É lá que abraço o (des)conhecido
Coração aberto
Mente solta
Em busca do perdido
E lá que reencontro coragem
Mergulho em mim mesma
Aceito a mutação
Largo o medo à margem

É de lá que meu todo parte
Em busca do exuberante
Do território (in)explorado
De mundos à parte

Ou este porto
Pouso de âncoras
Misteriosamente se disfarça
Na mulher que em mim desponta?

Eu, descendente de um (a)Deus
Que já tanto fui e vim
Nômade em mim mesma
Habito um tempo Teu

E tudo então (re)principia
Levanto acampamento
Filhos nas costas
Como as deusas africanas e incas

Enquanto meu lugar não se anuncia
O amor não enraíza
Caminho nas estradas entregue à fé
E na bagagem carrego força, história e ousadia


Leia Isabelle Câmara em O beijo a borboleta

9 COMENTÁRIOS:

Anne Lieri

Isabelle,muito linda sua poesia!Tocante e nostalgica,trazendo uma msg de fé e esperança!Amei!Vou visitar seu blog agora!Bjs,

Chica

Maravilhosa tua poesia,Isabelle! um beijo,tudo de bom,chica

Nuvembranca

Espetacular, belíssimo poema, parabéns menina, vou visitar o seu blogs. Beijo da nuvem.

Isabelle Câmara

agradeço a todas! um beijo da borboleta... :)

Sônia Silvino

Este espaço tornou-se indispensável na rede. Parabéns, Anne e colaboradores!
Beijos, minha maravilhooooooosa!

Maria Emilia Xavier

Muito linda sua Poesia, delicada e terna.

Dora Duarte

Interessante e bela sua poesia, está de parabéns. Beijos: Dora Duarte

mentoresdeluz.blogspot.com

Isabelle linda sua poesia,adorei conhecer,,uma suavidade,uma calma chego a sentir a brisa do cais do porto em meu rosto,em meus cabelos,,
obrigada por me levar a este passeio ao cais,,,um abraço com carinho,,

marlene

AFRICA EM POESIA

Anne
Amiga Obrigada por tudo...

asapresentaçóes correram bem vou colocar no meu blog Arte de lili as foptos

Beijo para ti amiga

Compartilhe