• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

05/02/2011

Quando for o Amanhã...Ano de 2061



CONTO DE FICÇÂO CIENTÌFICA





O Cotidiano de uma família; Duas mães, dois filhos.



Toda nação, os humanos são identificados  por uma letra e números, os nomes desapareceram.


F-2222251 mami 1ª: ─Filha hoje é domingo , o nosso passeio vai ser ao Museu do meio ambiente! 
 F-2222252: filha 8 anos de idade
─ Ibis ufa! Ah ta, então posso usar 500ml de água para o meu banho?

   F-2222251─Por que? Acabou os cleans lenços banhos que eu comprei o mês passado?
─Não, mas enjoei do lenço, deixa pelo menos hoje sentir a água no meu corpo, os banhos á vapor nos banheiros públicos comerciais, estão caros e este mês não comprei cartão eletrônico para isto, nem programei meu jatskat para ir à outra rua.
─Ok  pode, mas tome cuidado, use somente um invólucro preto, cuidado não confunda com o invólucro azul, é a água  de beber e o estoque está no fim e as filas pra compra estão grandes, precisa agendar o nosso dia pra comprar.

─Mami2 ª, o que vamos levar paro o lanche?
─Ainda tem cápsulas de frutas, vitaminas, cereais e invólucro de sucos.
─F-2222253, acorde, vamos ao museu!(menino 12 anos)
─Ah não estou muito afim,  vão vocês três, tenho que armazenar no Tec os meus projetos de engenharia mecânicas de nº 499  feito em casa. Leve o meu cão robô, daí ele registra tudo e me traz as imagens do Museu. Para que eu possa vê-lo.

F2222254  mami2ª─: Já estão prontas? Já programei o jetcar para sair em 300 segundos!
Não esqueçam das máscaras de oxigênio...
 Saíram as três já que F-2222253 não quis ir junto.

No Museu...
─    Mami 1ª ─Veja filha, o povo não usava máscara, era oxigênio natural!
─O que é aquilo jorrando, água?
─Sim, imitando uma cascata, na verdade havia na natureza!
─Que aconteceu, secou?
─Sim, Havia árvores em volta, o desmatamento prejudicou, morreram as cachoeiras, secaram os rios, hoje só existe água subterrânea, armazenada e controlada 24 horas por dia para não roubarem
 Enquanto isso num viveiro...
F22222524  mami 2ª _ Olha venham vocês duas, aquelas aves coloridas, são  araras!
   F2222252─ Sãos de verdade, ou emplumadas?Olhaaaaaaaaaa, aqueles miudinhos de   penas são o quê?
Mami1ª─ São lindos passarinhos filha!
─ Mami 1ª Olha naquela vitrine, cães de verdade!


As três deslumbradas com tantas coisas! O Museu lotado  de famílias numeradas nas roupas ,com máscaras de oxigênio no rosto, parecem monstros. Todos admirados com tanta beleza. A cada stand, a cada canto uma surpresa, todos encantados com as maravilhas antigas que já não existiam mais na vida das pessoas; Viram flores, nuvens brancas e céu azul artificial, folhas, secas, troncos de árvores, mini árvores verdinhas. Pratos culinários, bebidas, frutas, verduras, guloseimas, sobremesas de resinas como se fosse de verdade.

 Robôcão registrou tudo.

 Final do passeio..
.
Mami 1ª  ─Próximo passeio vamos ao museu de vestuários?

Todas três responderam:

──VAMOSSSSSSSSS!





4 COMENTÁRIOS:

Maria Emilia Xavier

O conto ficou lindo, mas é aterrorizante pensar que em tão pouco tempo podemos acabar com esse mundo lindo que ganhamos sem nenhum custo e fomos incapazes de cuidar.

Chica

Reflexiva e profunda visão nesse conto lindo da Dora! beijos,chica

JoeFather

Parece as brincadeiras que faço com minha filha, mas aqui no texto da amiga não tem nada de engraçado, somente um mundo frio e na beira de um colapso!

Parabéns pela inspiração e bela reflexão que nos trás!

Abraçso renovados e sem máscaras...

RECANTO DOS AUTORES

Dora,conto de arrepiar!Se não cuidarmos do planeta,com certeza chegaremos a esse ponto!Bjs,

Compartilhe