• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

08/06/2011

Recanto entrevista Dora Duarte


RECANTO ENTREVISTA DORA DUARTE
( Anne Lieri)

Muitos não a conhecem, mas eu tenho uma admiração especial por nossa entrevistada de hoje.
Ela veio a minha casa me visitar, numa de suas passagens por São Paulo.
Já foi entrevistada pela TV FLORIPA.
Clique no link se quiser ver a entrevista:

Me emocionei com sua história de vida!
A entrevistada de hoje é uma blogueira e escritora muito lutadora:
DORA DUARTE.


Recanto- Dora,onde você nasceu? É casada? Tem filhos? Conte um pouco de sua vida atual.
continue lendo...


Dora-Nascí em João Pessoa,PB, mas fui registrada em Nova Cruz, RN. Sou divorciada há 23 anos. Do meu casamento, herdei o meu maior presente, meu único filho Ric. A minha vida atual é bem agitada e bem vivida: dou catequese, conto história nas creches do bairro, nas reuniões da terceira idade.Abraço muito a causa em defesa do meio ambiente. Mas o que mais gosto de fazer é escrever.

PROCUREI CRIAR O MEU MUNDO IMAGINÁRIO.
                         
Recanto- Como foi a sua infância. Fale dessa fase de sua vida.
continue lendo...
Dora- Foi muito difícil, naquele tempo a educação era severa, cresci sem ter acesso a leitura, porém , apesar de tudo,foi uma infância feliz. Procurei criar o meu próprio mundo imaginário.




Recanto- De onde veio a inspiração para escrever “ A menina que não sabia que podia sonhar”?

Dora- Na verdade, fui estimulada primeiramente pela minha professora do primário, quando voltei à escola aos meus 49 anos em S Paulo. Depois incentivada pela Gilka Girardello, coordenadora da roda de história da igrejinha da UFSC. Depois de ouvir as minhas histórias, tinha tudo na memória. O título tem a ver com a falta de “direito” de sonhar, sem estímulo familiar nenhum. Nem mesmo eu sabia que eu tinha esse direito.

EU BATIA NUMA PORTA,FECHAVAM-SE DUAS.


Recanto- Que dificuldades enfrentou para a publicação de seu livro?

Dora- Todas possíveis que nem eu imaginaria que fossem, nem mesmo apoio dos escritores daqui que já tinham publicado livro. Eu batia numa porta, fechavam-se duas.        Quando pedia um orçamento, falava das minhas condições financeiras, de uma quantidade mínima de exemplares, recebia o silêncio como resposta. Foi com ajuda familiar, de uma pré-venda, que consegui  com um editor que aceitou fazer, mesmo assim , não saiu exatamente como eu gostaria, ficou faltando alguma coisa, mesmo assim, realizei o meu grande sonho.

UMA ADULTA DISFARÇADA DE CRIANÇA,EVIDENTEMENTE SEM SER INFANTIL.


Recanto- A Cidorinha,sua personagem,tem alguma coisa da Dora?

Dora- Tem e muito! (risos) Querer viver num mundo criança com suas fantasias, suas traquinagens, sem se importar muito com a idade e com os que os outros falam. Uma adulta disfarçada de criança, evidentemente sem ser infantil.

GOSTO DE ESCREVER SOBRE TUDO...

Recanto- Você escreve poesias,haikais,contos para adultos também.Prefere escrever para crianças ou adultos? Por que?

Dora- Adoro escrever para crianças e contar o que escrevo, sem elas saberem a autoria, para avaliar a reação e fico muito  feliz com o resultado.Porém,sou muito observadora e eclética, gosto de escrever sobre tudo, inclusive sobre  mim , basta vir a inspiração, a mente comanda e os dedinhos obedecem.


MUITOS EXEMPLARES FORAM VENDIDOS...ATÉ NO JAPÃO,PORTUGAL E USA A MENINA FOI...


Recanto- Como tem divulgado o seu livro,como tem sido a receptividade e quais as dificuldades que vem encontrando?

Dora- Do modo mais antigo (rs) de boca em boca. Nem nos meios de comunicação, nem nas livrarias daqui obtive êxito. Muitos exemplares foram vendidos à distância pelo conhecimento de amigos e familiares, até ao Japão, Portugal e USA a menina foi... Recebi muitos elogios e comentários, por pessoas que nem me conheciam direito.
 Faltam alguns exemplares para encerrar esta edição, pretendo levá-los neste mês em viagem ao nordeste, vou passar o meu São João lá.



Recanto- Você tem algum autor ou livro preferido?Qual?

Dora- Especificamente não, adoro leituras em geral, leio desde romances, biografias, poesias até contos infantis de vários autores brasileiros.


MEU NOVO LIVRO TEM O TÍTULO DO MEU BLOG INFANTIL “COISAS DE CRIANÇA”

Recanto- Dora,sei que tem um projeto para um novo livro.Conte um pouco como vai ser.

Dora- Sim tenho, já está prontinho, indo em breve para o “forno” . É o  título do meu blog infantil “Coisas de criança”. Até a capa ousei fazer, mesmo sem ter o mínimo de noção de desenho. Pretendo lançar em São Paulo, vou ver um espaço para este lançamento. É um livro sobre criança, divertidíssimo. É sobre o que criança questiona, o que quer ser quando crescer, travessuras de quem foi criança um dia, os por quês e as perguntas embaraçosas.



Recanto- Agora é o momento “Marília Gabriela”...eu falo uma palavra e você diz a primeira coisa que te lembra.

Sonho-Contínuo

Criança-Alegria

Poesia- Inspiração

Escrever-Prazer



Recanto- Onde as pessoas podem encontrar seu livro?Deixe os links de seus blogs também.

Dora- Em Florianópolis nas livrarias “Catarinense” e “Livros e Livros”. Encomenda pelo e-mail, envio o nº da minha conta. Mediante depósito confirmado, enviarei o exemplar  pelo correio.


EU TENHO A IDADE QUE O TEMPO NÃO CONTA E SIM A QUE EU SINTO TER.

Recanto- Para finalizar deixe uma frase de vida, um pensamento que você gosta.

Dora- Temos três idades, a biológica, a cronológica e a psicológica... Eu tenho a idade que o tempo não conta e sim a que eu sinto ter.

             Dora  Duarte


Quero agradecer a Dora por essa entrevista,por ser essa pessoa que é exemplo de vida e luta para todos nós!
Que a vida lhe sorria sempre,Dora e lhe dê muitas realizações porque voce merece!

Vejo flores em você e dedico essa música:






8 COMENTÁRIOS:

Adriana

Anne Lieri nos apresenta, através do Recanto dos Autores, mais uma escritora maravilhosa. Parabéns Dora pela publicação e sucesso do seu livro.

abçs

✿ chica

Que legal saber mais da Dora ,uma mulher forte e lutadora! beijos às duas, sucesso no livro! chica

aosolhosdaalma.blogspot.com

PARABENS ANNE
A NOSSA AMIGA DORA MULHER FORTE GUERREIRA ESCRITORA MARAVILHOSA
LINDA ENTREVISTA AMEI AS DUAS ESTÃO DE PARABDENS E OS LEITORES TAMBEM
BJS MARLENE

LUCONI

Anne deixa eu te parabenizar por esta entrevista, a história de vida de Dora é um exemplo a ser seguido, quanta luta, imagine aos 49 anos cursava a escola primária, e a partir daí descobriu-se escritora, e que lindos textos ela tem, estava tudo guardadinho em sua alma, esperando ela ter oportunidae de colocar para fora com o talento nato que ela tem. Com certeza ela tem uma linda missão neste setor a seguir e nós temos o prazer de poder compartilhar um pouquinho de toda esta beleza que ela carrega, a ela eu gostaria de me levantar para aplaudir, parabéns menina que sempre será menina,pois teu coração é puro e tua fé grande, beijos e sucessos mil, Luconi

DoraDuarte

Queridas,um muitíssimo obrigado a todas pelos comentários que foram feitos à essa que vos escreve.Especialmente a Anne pelo carinho e o portunidade de divulgar or meus trabalhos literários, seja aqui no Recanto, ou nos meus blogs,as suas seguidoras e ela estão sempre presente me prestigiando. Bjos.

Renata Diniz

Meus Parabéns à Anne e ao Carlos, pela iniciativa do blog e à Dora pelo exemplo registrado através dessa entrevista. Cheguei a este recanto através do link divulgado no blog do Cacá (Uai mundo?), e que de agora em diante divulgarei também no meu blog. Saudações.

Minéia Pacheco

Amei a entrevista com a Dora Duarte, ficou ótima!!
Que bom saber que ela nasceu aqui em João Pessoa!!!
Desejo muito sucesso, muita inspiração e que o novo livro faça muito sucesso, parabéns!!!

Beijos e felicidades!!!

Susana

Oi Dora, adorei a entrevista, é isso aí amiga vá em frente. Sinto sua falta nas reuniões da ACPCC, você além de criativa é uma pessoa muito alegre. Um grande abraço e muito sucesso. Da amiga Susana.

Compartilhe