• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

16/10/2011

Menina linda





MENINA LINDA
( Maria Alice Cerqueira)


Menina linda,
                     O que fazes ai, descalça na pedra fria?                   
Entre o verde das folhas,
De tantas flores,
E de muitas cores,
Teu vestido, teu laço e as fores de uma só cor,
Sentindo o Amor.
A Brisa do vento,
Bate suave em teu rosto.
Teus olhos querem me dizer,
Algo mais do que um lindo amanhecer.
Te confesso que estou morrendo de medo
De te perder.
Sim porque a gente não perde uma amizade
Pelo bem que queremos e fazemos,
A quem amamos de verdade,
Mas podemos perder,
Esta doce fraternidade,
Por conta de nossas imperfeições,
Por atos e ações.
Até mesmo sem querer,
Podemos ofender.
Quando ferimos a quem amamos,
Nem sempre temos como retirar
O espinho que colocamos em seu coração.

Estamos caminhando para a perfeição,
Mas enquanto isso,
Eu pergunto quantas vezes ferimos nosso irmão.
Por apenas um pedaço de pão.
Quantas vezes tivemos coragem
  De reconhecer o nosso erro,
E pedir perdão.
Mesmo que este não volte,
 A nos dar a sua mão.

Nem sempre um pedido de perdão
Fará que o nosso irmão
Volte a nos dar a sua mão,
Muito menos nos dar,
A confiança de seu coração,
E amar...
Como até então.
Assim, só nos resta ficar na esperança,
 De um dia,
Voltar a sentir, a alegria,
Dentro do nosso coração,
A doce emoção,
Ao escutar
Nosso irmão
Nos dar
O seu perdão,
E voltar
A nos amar
Como somos de verdade,
Com nossas perfeições
E imperfeições.
E assim voltar
A sentir a felicidade.
Eu sou assim
Me preocupo,
Até demais,
Eu sei...
No valor
Que o amigo
Tem em minha vida.
Ele é a minha alegria
Do meu viver
E do meu ser.
Por isso,
menininha linda
Volta,
Volta para alegria
De meu coração.


 Visite a autora:

4 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Sempre lindo tudo que a Maria Alice faz! beijos,às duas,chica

Poesia do Bem

Lindo demais, e eu claro adorei a foto, o poema a reflexão e a Maria Alice heehehheheh adoro !"Alices"

Tunin

As belezas tanto da menina quanto do poema se confundem. A poeta sabe das coisas! Abração.

Renata Diniz

É sempre uma honra prestigiar o que a Maria Alice faz e o Recanto também. Beijos!

Compartilhe