• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

03/10/2011

Recanto entrevista Sheila Mendonça





RECANTO ENTREVISTA SHEILA MENDONÇA
( Anne Lieri)


Nossa convidada de hoje é carioca da gema.


Tem uma história muito bonita de superação!


Formada em jornalismo.


É a autora do romance: “Cabra Cega”.


Gosta do vermelho e revela seu maior sonho aqui!


Nossa entrevistada de hoje é a nossa amiga gente prá chuchu,escritora de primeira linha,revisora de texto,3º lugar no II Premio Clube de autores da literatura contemporânea e blogueira SHEILA MENDONÇA!



Recanto- She, onde você nasceu? Conte um pouco de sua vida atual,familiar e profissional.

She- Sou carioca da gema. Nasci na cidade maravilhosa, mas também já morei em Floripa e em Vitória quando criança. A minha vida atual se resume em recuperar o tempo “perdido”. Sou jornalista por formação e trabalhava com venda no varejo quando sofri um grave acidente de carro no qual me fez ficar longos dois anos afastada da loja focada na recuperação total de minha mão. Foi um período muito difícil, pois foram cinco cirurgias, dois anos de fisioterapia intensa e muito medo de não recuperar os movimentos de minha mão direita, e ainda tive prestes a perdê-la por duas vezes, durante o acidente e a outra durante a cirurgia de emergência. Do dia pra noite tive a vida que eu tinha antes tirada de mim. E desde que pude voltar para o mercado de trabalho não fui mais a mesma. Fui mandada embora do antigo emprego e não consegui mais nada na área. Hora por acharem que eu estava afastada tempo demais, hora porque havia voltado a sentir dores horríveis no pulso. Enfim, resolvi estudar para concurso público, cheguei a bater na trava, mas não passei, tentei na minha área. Aí foi quando surgiu a oportunidade de trabalhar na área de divulgação e captação de clientes para um site de feiras de artesanato, além de alimentar o site e o blog. E depois surgiu também a oportunidade, como freelancer, de trabalhar como revisora de texto para Editoras, em livros e revistas. E como eu queria mais, sou inquieta, resolvi realizar um grande sonho e publicar o meu primeiro livro...(rsrs) Mas sinto falta de um emprego que me dê estabilidade financeira novamente. Estou na luta procurando emprego, enquanto isso vou dando conta dos blogs, do site de artesanato, das revisões quando aparecem, da divulgação do meu livro Cabra Cega e da construção do segundo...rs  Definitivamente recomeçar e reconstruir é muito mais difícil do que começar e construir.




Recanto- Como foi a sua infância? Fale um pouco dessa fase de sua vida.

She- A minha infância foi normal. Tenho um irmão mais novo e sempre fomos muito agarrados. Parceiros nas brincadeiras, no colégio, alguns amiguinhos achavam até que fôssemos namorados. Nossa e como a gente brincava, viu?! Não éramos muito de brincar na rua e nem em play, ficávamos em casa mesmo, ou nos parques com os meus pais, mas em casa tínhamos criatividade o suficiente para inventarmos muitos jogos e como a gente ria... Muito bom! Falar de minha infância mexe um pouco comigo, pois me traz uma saudade enorme dos meus avós paternos que foram sempre megapresentes em minha vida, mas hoje eles não estão mais entre nós. Mas dá uma saudade quando eu lembro... Tomara que eles estejam bem em sua nova morada.



Recanto- Poderia nos falar sobre o seu livro “Cabra cega” ? Do que se trata e como se inspirou? Onde podemos encontrar o seu livro?

She- Cabra Cega é ficção e se trata de um romance cheio de suspense e patologias. Falo em amor, paixão, obsessão, ciúmes, mentira, armações, persuasão, violência emocional e física, e muito mais. A inspiração veio depois de ver o filme “Dormindo com o Inimigo” no qual me incentivou a construir o meu antagonista. O Gustavo foi a primeira personagem que pensei ao imaginar Cabra Cega. Depois veio a Clara e assim fui construindo... Moldando as personalidades de cada um, os cenários... Bem, sou autora independente então a distribuição é por minha conta. Cabra Cega é vendido no site “Clube de Autores”, apenas compra online, no “Agbook”, também apenas compra online, na Livraria Estação das Letras, no Rio de Janeiro, essa sendo uma Livraria física, no bairro do Flamengo, na Carlos Livraria (Livraria focada para profissionais na área de psicologia e psiquiatria), em Curitiba, sendo virtual e também física ficando no Centro da cidade, e também é vendido por mim. Todos os links vocês encontram aqui: 





Recanto- Que dificuldades um escritor enfrenta hoje em dia na sua opinião e o que poderíamos fazer para melhorar?

She- Ah! Definitivamente não é escrever a maior dificuldade. E te diria que hoje em dia nem é mais também publicar. Hoje em dia existem variados sites que viabilizam essa possibilidade de transformar o sonho em realidade. Assim como fez comigo o “Clube de Autores”, mas existem outros tantos por aí. A maior dificuldade é a divulgação dos livros de autores que ainda não são conhecidos na mídia e pelo grande público. Não temos um canal na imprensa para nos tornarmos conhecidos. Nem nas rádios, nem em revistas, jornais, patrocinadores... Mas existem vários blogs literários que ajudam muito, fazendo parcerias com a gente, fazendo resenhas, entrevistas, sorteios... É muito bom e ajuda muito!  ;) Acho que esses blogs já começaram a fazer alguma coisa para que a inércia de incentivo à literatura que existe no país vá diminuindo...



Recanto- O que você acha das redes sociais? Qual o significado delas em nossa vida hoje?

She- As redes sociais são fundamentais, se bem usadas, para quem quer divulgar o seu trabalho. A velocidade do feedback que vem delas é impressionante, e isso a nível mundo. Se as redes sociais e o Blog não existissem, eu acho que teria vendido o meu livro apenas para familiares e olhe lá, né?! Porque alguns insistem em achar que um livro não é trabalho e que merecem ganhar e não comprar, enfim... Mas voltando à sua pergunta... O significado delas em nossa vida é tão relativo. Para mim como escritora é primordial. Para outras profissões também, mas já quem entra apenas para se divertir o cuidado para não ficar viciado tem que ser redobrado, viu?! Porque elas têm o péssimo hábito de fazer isso com a gente... hehe Mas falando sério, se usadas com os devidos cuidados de segurança e proteção é o canal da modernidade, do século XXI! 





Recanto- E as escolas de hoje? Qual sua opinião sobre elas? Acha que temos um país onde a leitura é incentivada?

She- As escolas de hoje estão tão diferentes... Os professores estão diferentes, os alunos são muito diferentes... O pouco que sei é que o respeito está escasso, aliás, o mundo anda assim mesmo meio confuso, perturbado, louco, estranho... Com a moda das redes sociais e o desespero de ter que escrever com apenas 140 caracteres eu me apavoro ao ver que as pessoas estão escrevendo errado demais, até mesmo aonde a quantidade de caracteres não é obrigatória. A leitura não é incentivada, os jovens e crianças não leem, apenas “twittam”, “blogam”, “orkutam”, “facebookam”... E uma coisa está ligada a outra, para escrever bem é preciso ler. Não estou falando de escrever para ser escritor, estou falando do básico mesmo, do dia-a-dia, de saber, por exemplo, que escrever “a gente” junto não existe.  




Recanto- Fale um pouco dos seus blogs.Por que começou a blogar?Deixe o link de seus blogs.

 She- Nossa comecei com um e agora são quatro...rs Bem, comecei a blogar porque eu amo escrever e uma amiga sabendo disso me apresentou ao Blog, ela achava inadmissível sendo jornalista eu ainda não ter um blog... 

No Cantinho She  eu publico os meus textos, falo de coisas que vejo por aí, faço artigos sobre alguns programas de TV, participo de blogagens coletivas... 

Já o Blog Cabra Cega surgiu no intuito de conversar com os meus leitores e parceiros sobre o meu livro num espaço que é dedicado a ele. 

O She Divulga  surgiu de uma tag (marcador) que existia no meu primeiro blog onde eu já divulgava alguns eventos. Sendo jornalista eu tenho alguns contatos com alguns assessores de imprensa e eles me mandam dica de pauta e eu divulgava lá, aí resolvi tirar do Cantinho e fazer um blog exclusivo com esta intenção, ainda estou montando ele, mas já tem algumas divulgações por lá. 

E o “Mulheres Modernas & NenhumSegredo”é um Blog em parceria com as amigas-blogueiras: Jaque Goncho e Dri Andrade, esta nos fez o convite e aceitamos, então de dois em dois dias eu escrevo assuntos femininos numa linguagem que vá interessar as mulheres, mas aos homens também. Falo de sexo, comportamento, moda, cabelos, vida de um modo geral.




Recanto- Você tem algum projeto para um novo livro? Pode nos contar?

She- Tenho sim. Já comecei a escrevê-lo e tinha a intenção de quando Cabra Cega estivesse fazendo um ano de publicado, fez agora dia 21/09, eu iria parir o meu segundo filho, mas a inspiração andou meio ausente e não vou conseguir o que desejei. Mas certamente no primeiro semestre de 2012 ele nasce. Não gosto muito de falar das coisas que ainda não foram concretizadas, por isso prefiro não entrar em muitos detalhes sobre o meu segundo livro, o que posso dizer é que está sendo feito com muito amor, cuidado, preparo e paixão.


Recanto- Agora é o momento “Marilia Gabriela”. Eu falo uma palavra e você diz o que te vier á cabeça.

Uma música- Aquela do Gonzaguinha: “O que é, o que é?”

Um livro- “Cai o pano” de Ágatha Christie e todos da Zibia Gasparetto

Uma cor- Vermelho

Um sonho- Viver da escrita

Uma alegria- Ver o meu primeiro livro chegando fresquinho da gráfica... Foi muita emoção, realização pessoal.

Uma tristeza- Quando eu perdi o meu filho/a aos quatro meses de gestação, o bebê não tinha cérebro e eu não pude seguir com a gravidez.




Recanto- Deixe um pensamento, uma palavra ou uma frase que goste para nossos leitores.

She- Afff! Este é o momento que elas fogem de minha cabeça...kkk Mas o que vou reafirmar aqui é: Tem um sonho? Mesmo que todos te digam que é bobo ou que você não é capaz, não acredite. Ouça a sua voz interior e corra atrás de realizar. Pois o sonho quando vira realidade o prazer é inexplicável, mas bom demais! ;)


Muito obrigada pela gentileza de sua entrevista!
She, há tantos anos nos conhecemos virtualmente, mas nunca imaginei que sua história de vida fosse tão difícil!
Fiquei muito emocionada e vi que ás vezes não queremos ser invasivos e acabamos não conhecendo nossa amiga blogueira direito!
Adorei sua alma, seus pensamentos e sentimentos!
Você é mesmo uma grande escritora e mulher!
Deixo  essa flor, desejando que a vida seja bonita, bonita e bonita sempre pra você!
Beijos,

                                                                Anne Lieri



Quem agradece sou eu o seu carinho de sempre comigo! Beijo, beijo e carinhos!







8 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Que legal ver a SHE por aqui e numa entrevista bem conduzida e respondida. Ficou bem natural, como uma conversa...Adorei! beijos às duas,chica

Tunin

Ficamos conhecendo mais da entrevistada neste gostoso papo bem traduzido. Abração.

She

Minha querida! Uau! Você me emocionou sabia? Ficou lindo o jeitinho que você fez tudo com muito carinho, as imagens escolhidas, o carinho no selinho que levo para o meu Cantinho, o vídeo com a música que pra mim é um hino e que me impulsiona na vida... As suas palavras... Com lágrimas nos olhos, com carinho no coração e na alma te agradeço pelo carinho enorme que sempre teve comigo! Obrigada, minha Linda! Faço questão de divulgar essa entrevista no Cantinho, no Blog Cabra Cega, no Facebook e no Twitter, quero que as pessoas que gostam de mim venham aqui te conhecer... Posso?
Beijo, beijo, abraço apertado e carinhos!
She

LILIANE

Anne, você é uma FÓFIS!
E a She é outra fofis...
nussssss
só deu fofura aqui?
rs

Anne, incrivel, estou aqui de queixo na mão.
menina, eu não sabia desta historia da She.
Puxa, ela é um exemplo né.
parabéns para ela, que tudo corra bem pra nossa amiguinha virtual né.
beijos.

Dora Regina

Acabo de visitar o Recanto e gostei do vi e li.
Parabéns a você e ao Recanto por este entrevista maravilhosa.
Parabéns e sucesso sempre.
Beijos com carinho!

Luma Rosa

A geração Z chegou para corrigir os erros da geração Y. Nascidos conectados, leem mais que qualquer outra geração, afinal, para navegar é preciso remar! O que diferencia uma pessoa da outra são as rotas marítimas que escolhem.
She, adorei sua entrevista! E a frase: "Recomeçar e reconstruir é muito mais difícil do que começar e construir", ficou gravada. O medo de arriscar atrapalha os covardes, mas você She, mostrou-se bastante valente em ultrapassar os obstáculos que a vida lhe impôs.
Obrigada Anne, pela forma como como conduziu a entrevista!
Beijus,

She

Minha querida Anne vou pedir licença para agradecer aos comentários carinhosos, muito obrigada: Chica, Tunin,Liliane, Dora e Luma! Beijo, beijo em todas! ;)
She

Edilson Cravo

Anne:

Parabéns pela bonita iniciativa de homenagear a Sheilinha que é uma das pessoas mais queridas e especiais que conheci na blogesfera. Ela é um ser de luz mesmo. Beijos.

Compartilhe