• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

15/02/2012

Histórias de embalar





HISTÓRIAS DE EMBALAR
( CELIA GIL)


Sussurra ao ouvido histórias antigas,
Feitas de sonhos, amor, ilusões,
Histórias que enaltecem emoções
Histórias que nunca mais serão esquecidas.

Embala-me ao som de antigas canções,
Até me lembrar de quem fui um dia
Um dia em que fui criança e magia
Quando acreditava nas orações.

E quando o sono tranquilo vier
Deixa-me dormir pela eternidade
Acreditar em tudo o que eu quiser

Para que o sonho se torne verdade
Bebendo o néctar de um licor qualquer
Renascendo a crença na realidade.


Visite a autora:

6 COMENTÁRIOS:

Olhos de Mel

Que soneto mais delicado, mais lindo!
Obrigada pela visita!
Adorei esse espaço! Beijos

Terê.

Então,peço licença para entrar aqui, não sou poetisa nem nada, mais amo poesias, este espaço é muito lindo, bjus tere.

✿ chica

Que coincidência. Hoje ela está no sementinhas,m com um conto infantil! Legal vê-la aqui também! beijos ,às duas,chica

mundo da lua

as palavras acalmam a alma.
essas cativaram a minha.

"Quando acreditava nas orações"

Célia Gil, narciso silvestre

Obrigada Anne, fiquei muito feliz por se lembrar de mim e aproveito para dizer que adorei este cantinho que ainda não conhecia! Bjkas

Edilene

Lindo! A Célia tem uma delicadeza para escrever! Fantástica! Beijos!

Compartilhe