• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

25/02/2012

Recanto entrevista Christian V. Louis




RECANTO ENTREVISTA CHRISTIAN V. LOUIS
( Anne Lieri)



Recanto- -Christian,é  um prazer ter você nesse espaço!Conte um pouco de sua vida para o pessoal aqui do Recanto: onde nasceu, onde mora,família, o que gosta de fazer...

Olá Anne, o prazer é meu em ter a honra de ter uma entrevista neste espaço que acompanho e gosto tanto.


A minha vida, embora para muitos que convivam comigo não pareça ser, é super normal. Sou brasiliense e me desloco entre dois lares, por esta razão que disse que para os que me conhecem, isto não parece ser normal, contanto, eu não me sinto alguém vindo de uma família desestruturada e este drama todo (talvez por tudo ter acontecido quando eu ainda era muito criança) e me sentir traumatizado. É muito o contrário, eu me sinto privilegiado por ter duas mães e tão distintas umas das outras que em todos os casos, cada uma delas tem algo a me transmitir. Nunca gostei ou usei o termo madrasta. Tenho duas mães e repreendo quem diz que a minha mãe não-biológica seja menos minha mãe, visto que para mim laços sanguíneos, genética, são meros detalhes.





O que eu gosto de fazer, obviamente, é ler, escrever, estou curtindo muito blogar embora seja algo novo para mim (meus blogues não possuem sequer um ano de existência), mas também não sou muito caseiro, curto sair, seja ir a uma peça de teatro, pegar um cinema, ir a uma balada, mesmo sendo roqueiro não tenho o mínimo preconceito com a música eletrônica, e o que gosto, principalmente, é de viajar. Sempre que tenho a oportunidade viajo e não importa para onde, se cidade grande ou pequena, turística ou não. Eu gosto de viagens e não sou de frescuras, sou típico mochileiro, de levar apenas uma mochila nas viagens e tampouco sou um turista. Nas cidades que vou não sou de ir aos pontos turísticos principais. Eu gosto de vivenciar a rotina do local, ficar em meio ao povo mesmo, conversar, conhecer gente nova, o que pensam, o que fazem, adoro experimentar pratos diferentes, ou seja, sou amante das coisas simples e quando estou em um lugar, aprecio literalmente fazer parte dele.




.

Recanto- Como surgiu a idéia de seu blog e qual a finalidade de cada um?!Deixe os links.
Continue lendo...

Não foi exatamente uma “ideia que surgiu” assim, de uma noite para outra (eu digo noite porque sou mais noturno que diurno, mesmo quando fico em casa), foi uma ideia que foi amadurecendo aos poucos. Eu já gostava de ler alguns blogues e resolvi começar devagar, ter um espaço só meu onde eu pudesse fazer o que quisesse e foi quando, em uma noite, de repente, eu reagi e criei os Escritos Lisérgicos. A história da origem deste blogue é curiosa porque eu já o tinha todo pronto e queria colocar meus escritos ali, contudo, não sabia que título colocar porque, como em livros, o título de um blogue é muito importante para que chame a atenção. Como eu adoro ler matérias de todos os tipos na web, acabei lendo uma matéria sobre LSD e a palavra Lisérgicos junto a Escritos me pareceu muito atrativa, não tive a menor dúvida e “batizei” o blogue que estreou em abril do ano passado e, aos poucos foi crescendo, fui conhecendo vários parceiros, de diversos gostos e afinidades e até agora vai muito bem.




Ironia do Destino é um blogue literário. Em verdade, é um livro que escrevi há uns poucos anos atrás, uma novela gótica e que tem alguns fiéis seguidores os quais tenho muito apreço porque mergulham a fundo na trama e me fazem sentir muito bem como autor, me dão suporte de me mostrar que estou trilhando o caminho certo.



Também fiz parte um tempo de um blogue coletivo denominado The Renegades, onde eu e mais quatro parceiras portuguesas, cada um, postava uma coluna em um determinado dia da semana. Saí por não dar conta de tantas coisas e se quero fazer uma coisa, exijo muita responsabilidade de mim e, como não conseguiria ser pontual em todas as segundas que era o meu dia, acabei por abdicar dele. Mas o blogue está indo muito bem sem mim, são garotas muito talentosas e algumas ali eu aposto muito que se não desistirem, poderão ser grandes escritoras.
A finalidade dos Escritos Lisergicos é simplesmente escrever algumas crônicas, algumas opiniões que tenho sobre determinados assuntos, tudo muito descontraído, nada muito sério e fico contente quando recebo comentários dizendo que abordo muito bem os assuntos. É gratificante.
Ironia do Destino é um projeto que eu pretendia transformá-lo em um livro, porém, quando publiquei 11 Noites Insones que eu me dei conta da extensão e da falta de noção que eu tinha do número de páginas. Se tiver que publicá-lo, terá que ser uma saga.











Recanto- Conte como foi sua infância? Fale um pouquinho, se quiser.

Normal. Mesmo tendo sido uma criança com a saúde frágil, nunca deixei de fazer o que todos faziam. Até hoje tenho muito isto de moleque, sou muito hiperativo e cliente VIP nas clínicas de fisioterapia. ahah.






Recanto- Fale um pouco de seu livro, em que se inspirou,sobre o que você escreve  e onde podemos adquirir.

11 Noite Insones é um livro bastante intrigante, que ao escrever me prendeu do início ao fim e fico surpreso quando pessoas que compraram o livro e o leram, acabaram por sentir a mesma coisa em relação a história, não conseguiram “desgrudar” dela até que a tivesse por terminada.
A trama gira em torno de uma família tradicionalmente católica, onde há uma personagem, a Laura, que luta contra uma doença muito séria e é mãe de uma garota meio patricinha chamada Sarah, mas não é uma patricinha comum, ela briga, enfrenta o pai, o padre, enfrenta quem for, tem uma personalidade forte, aliás, eu gosto de trabalhar em cima de personagens femininos fortes e quem conhece Samantha de Ironia do Destino sabe do que estou falando. Sarah assemelha-se muito a Samantha. Laura, procurando dar algum sentido a sua vida e para suportar sua condição adoentada, resolve abrigar em sua casa um jovem canadense, o Gerard, para estudar nos Estados Unidos. O que ninguém esperava é que o jovem que viria seria alguém tão egocêntrico, misterioso e intrigante, começando desde sua aparência peculiar para uma cidade pequena, quanto em sua personalidade e que acabou por dar uma reviravolta com os segredos que guarda dentro daquela família no período de 11 Noites Insones.
A inspiração por esta história foi adquirida espontanemente. Claro que todos temos nossas influências, mas eu não saberia lhe dizer de onde me inspirei para criá-la porque não me inspirei em nada específico, foi algo que apenas criou vida.

Para adquirir, existem duas opções, a versão digital (e-book) e a versão impressa.

A digital pode-se adquirir através da Bookess ou Clube dos Autores, cuja diferença de valor é mínima, no entanto, a versão impressa, pela facilitação que agora o Clube de Autores disponibilizou e que barateou drasticamente o frete, eu aconselharia a adquiri-la por lá. No entanto, pessoas que moram fora do país e quiserem a versão impressa, só poderão encomendar pela Bookess, porque apenas ela despacha para o exterior.




Bookess: (não mais nesse site)






Recanto- Agora eu falo uma palavra e você diz a primeira coisa que te vier á cabeça.

Ok.

Musica- Tão importante quanto respirar.






 Criança-  Alegria, risos.






Filme- Alguns são verdadeiras lições de vida.






 Livro- Fascínio incurável.








Cor- Preto e azul.







Poesia- Complexidade e simplicidade, depende do poeta.







Frase- “Não adianta ficar me focando só nas coisas ruins da vida, há coisas boas. Sempre há. Estou aprendendo a sorrir pelas coisas boas em meio as coisas ruins. Estou ainda aprendendo a viver”. Christian V. Louis.







Recanto- Christian,obrigada pela gentileza de sua entrevista!Quero parabenizá-lo pelo seu mais recente lançamento: 11 noites insones e desejar que tenha muitas alegrias com ele! Momentos bons, de bastante sucesso! Sua presença aqui, enriquece nosso blog!

Como não deixou o nome de uma música específica, dedicamos essa canção prá vc que tem a loucura das pessoas sensíveis!







Eu que agradeço Anne pela oportunidade de ceder seu espaço para divulgação dos meus escritos e me senti realmente honrado pelo seu convite. Pessoas como você que ajudam a divulgar autores merecem toda a minha admiração.

9 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Que linda entrevista, boas perguntas, excelentes respostas.

Deu pra conhecer mais do Christian.
Gostei e gostei de ler seus escritos!

abração e a frase falou tudo, adorei! chica

Christian V. Louis

Olá Anne!
Já lhe agradeci, no entanto, retorno a agradecer publicamente pelo convite e dizer a todos os seus seguidores, leitores, que para mim foi uma honra ceder esta entrevista a este recanto que é de grande ajuda para a divulgação de quem está iniciando no meio literário.
Muito obrigado mesmo e a sua escolha de imagens ficou show!
Deixei para você um e-mail.

PS: Ahah, você disse o que me viesse a cabeça e não para citar uma música. Entendi errado.

Ahtange
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana Santa Rita

Anne,

Vejo em cada detalhe do "Chris" um mundo com espaço, respeito, inteligência e originalidade.

Beijos

Lu

Flavio Ribeiro

Pra falar a verdade conheço o Christian a pouco tempo e, como não poderia ser diferente pela qualidade dos textos que escreve, passei a ficar atento e me atualizar a respeito do seu trabalho.

Parabéns ao blog pela entrevista e parabéns também ao Christian! Que ele continue escrevendo com essa qualidade que lhe é particular.

Abraços a todos, Flávio.

--> Blog Telinha Critica <--

NalvinhaFigueirôa

Lí seu comentário em meu blog. Obrigada pela visita, gostei de saber que vc esteve conhecendo meu cantinho. Forte abraço.

Carla Fernanda

Boa entrevista do Christian!!
Adoro Brasília!!

Boa semana a vocês!!!

:D

Sahara Higino

Posso sentir-me a vontade,
por ser escritura e também
leitura de mim?


Estou a seguir;
Luz!

mundo da lua

Mais uma ótima entrevista é muito bom conhecer pessoas talentosas como Christian que sem duvida tem uma personalidade singular.

A Balada do Louco no final é uma musica brilhante.

Compartilhe