• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

03/03/2012

Noite





NOITE
( Arnoldo Pimentel)

Toda noite o trem parte
Toda noite a mesma solidão
Olhos nos olhos
Um leve toque de mãos

Toda noite a mesma candura
Deserto em flor
Nem mesmo um beijo
Toda noite a mesma dor

Toda noite
O nevoeiro esconde a desilusão
Toda noite o mesmo desencanto

Toda noite o aceno solitário
Do rosto que fica
Do amor que vive em cada despedida

Veja o blog do autor:


ArnoldoPimentel

Do Livro NUVENS de Arnoldo Pimentel


7 COMENTÁRIOS:

Christian V. Louis

A noite tem este poder de nos levar a nostalgia, até mesmo a melancolia. Talvez seja o silêncio dela.
O falso silêncio de que pensamos que todos estão dormindo, quando, provavelmente, todos estão despertos, do mesmo jeito que ficamos de vez em quando.
Bom fim de semana Anne.

LUCONI

NOSSA LINDA E MÁGICA ESTA POESIA, SOU FÃ DO ARNOLDO, E É MUITO BOM PODER LER UMA DE SUAS BELAS POESIAS POR AQUI, EXCELENTE ESCOLHA ANNE, BEIJOS LUCONI

✿ chica

Mais um lindo poema de Arnoldo! beijos,chica

Arnoldo Pimentel

Oi Anne, muito obrigado pela amizade, um lindo fim de semana pra você e sua família.

Luciana Santa Rita

Anne,

Poesia que leva alma ao delírio! A noite tem o seus encantos, mas bem sabe os seus desencontros.

Beijos.

Lu

MARLENE

ÓLA MINHA QUERIDA UM DOS MAIS LINDOS POEMAS DO ARNOLDO QUE JA LI PARABENS PARA OS DOIS ESTOU PASSANDO PARA ME DESCULPAR COM OS AMIGOS POR OS DIAS EM QUE ESTIVE AUSENTE,DAS POSTS E DAS VISITAS ESTOU PONDO EM ORDEM AOS
POUCOS BJS COM CARINHO,MARLENE

Siby

Olá, Anne! Boa noite!
Parabéns pelos 300 seguidores! E parabéns por postar esta linda poesia! Já conhecia e adorei reler!
Grande abraço!

Compartilhe