• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

26/04/2012

Esse tempo






ESSE TEMPO
(Antonio Campos)



esse tempo
que temos de sobra
sábio nos pondo a prova
nós altivos sempre no ataque



ele calmo sereno se faz pequeno
humildemente esperando escusas
rusgas nossas e o agredimos silente
homem das cavernas em nós hibernas



lampejos de memória até cintilam
empíricas são todas as teorias milenares
pares somos homos alma sem sapiência
paciência indulgência tem o tempo de sobra


Visite o blog do autor:





5 COMENTÁRIOS:

Tunin

Esse tempo que temos de sobra, faz-nos lembrar que é um curto tempo do tempo de sobra. Pura filosofia neste texto maravilhoso.
Abração.

Antonio Paulo Oliveira Campos

Grato Tunin forte abraço a você e a Anne.

Toninhobira

O que falta na gente é a paciencia, que o tempo tem, para nos dar tempo, de entender, que na vida é tudo questão de tempo.
Num belo jogo de palavras uma otima construção para reflexão deste tempo.
Otima escolha Anne, grato pela partilha e apresentação.
Parabens ao poeta Antonio Campos.
Meu carinhoso abraço amiga.
Beijo.

Flavio Ribeiro

Ola Anne,
Belo poema do Antônio! Como já disse um poeta que não recordo o nome: meu tempo não tem tempo, é frágil é doce é denso! É isso...

Boa sexta!


Abraços Flávio.
--> Blog Telinha Crítica <--

Ana Bailune

Amei a poesia dele! E como perdemos tempo com as rusgas...

Compartilhe