• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

29/05/2012

Criança que há em mim





CRIANÇA QUE HÁ EM MIM

( CELIA Gil)

Olhos grandes, brilhantes,
os da criança que passa
e que por vezes faz asneiras
e fica quietinha
à espera da reprimenda.
Passa, menina, passa...
Vive plenamente,
que o tempo não volta atrás.
Chapinha nas poças de água
e ri, ri até não poderes mais.
Olha, contempla o céu,
as flores, a vida.
Conhece amigos,
vive amores e dissabores,
mas mantém esse ar inocente
que para mim é um presente
que o teu rosto me oferece.
Vem, dá-me a tua mão
e aloja-te em mim,
no meu coração.
Quero essa criança que fui,
essa criança que me fazia sonhar,
me deixava os olhos a brilhar...
Porque o tempo, implacável, flui,
mas eu quero continuar a sorrir!
Dá-me a tua mão,
vamos correr pelos montes,
rebolar na relva,
apanhar flores silvestres,
adormecer à sombra de uma árvore
quando já não pudermos mais.
Pode ser que a mãe
nos leve ainda ao colo para a cama
e nos dê um beijo de boa noite.
Dá-me a tua mão
e vamos ser felizes!


Visite a autora em seu blog:

Celia Gil




5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Célia sempre encanta!!Escreve muito bem, com o coração e intensidade!!Adoro estar lá! beijos às duas,chica

Lita

Lindo!Que ternura de post! Amei.
Beijinho
Lita

Rita

Hoje vim te visitar e dizer que ter amigos
sempre presente deixando na minha pagina uma
palavra de carinho é muito gratificante Por isso agradeço de coração a sua amizade.
Parabéns por tudo que vc tem de bonito aqui
Deixo um abraço
de boa tarde
Bjuss
Rita!!!!!!

Ana Bailune

Um convite irrecusável!

mundo da lua

queria eu poder voltar a ver o mundo como as crianças.

tudo era imenso
tal como no poema.

Compartilhe