• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

15/06/2012

O tempo






 O Tempo
( Antonio Campos)

O tempo mensageiro
de boas e más noticias
conselheiro sereno das horas
assíduo ouvinte das dores


não sei quanto me resta
mas acho que o tempo me aceita
deixa-me estático sem respirar
manda parar tudo o sillêncio se faz


a luta o grito a palavra resista
mãos ajudam-me mas sufocam-me
a inércia um vácuo que te absorve
luzes que confudem de onde mesmo serão?


velho tempo mensageiro
para onde tentas me levar?
meu corpo embaixo é visto tão pequeno
sereno são meus movimentos?


O cérebro ativo o corpo inerte
verte do rosto muito suor frio
sem comando debatem-se os membros
a luta é ferrenha vida e morte e o tempo


uma voz fala ao meu ouvido
volta está tudo bem pode respirar
diz teu nome a batida está melhor
a pressão é normal e o tempo deixou-me ficar.


https://mail.google.com/mail/images/cleardot.gif

4 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Linda poesia do nosso amigo Antônio! abração aos dois!chica

Lita

Que poema lindo...
Beijinho
Lita

Lílian Almeida

Linda,poesia,sensibilidade é o ponto máximo de bons escritores como vc. Anne, parabéns, a cada dia me surpreendo com o teu dom!
Tenha um fim de semana bem gostoso, e muita paz no coração !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
Beijo no ♥ !

Sônia Silvino (Crazy about Blogs)

Saudades do amigo Antônio!!!!
Beijos nos dois queridos!!!!

Compartilhe