• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

08/06/2012

Suave estrelejar





SUAVE ESTRELEJAR

( Meire Oliveira)


Ela amanheceu estranha. Colocou os braços na beirada da janela e ficou olhando pra fora, admirando o horizonte e o sol que clareava tudo a sua volta, mas mesmo em meio a essa bela imensidão ela não conseguia se sentir bem, a garganta estava cheia de nós.

Até que decidiu virar a paisagem do avesso e ao invés de olhar pela janela se apoiou do lado de fora pra espiar dentro. Nesse mergulho foi fundo, encontrou dores e medos que encarou de frente. Ficou em carne em viva. Chorou, quis recuar e não olhar mais, mas sabia que isso seria fugir de si mesma.
De alguma maneira ela sabia que seu crescimento só dependia de seu querer aprender, do seu colocar em prática as lições ensinadas pela escuridão. Porque palavras são folhas verdes de uma árvore cujo o tronco são as atitudes. Uma árvore sem tronco são apenas folhas secas, sem cor, caídas no chão. No outono são lindas, mas só no outono.


No meio de todo breu, ela aprendeu a estrelejar seu próprio eu.
Há momentos que o melhor a fazer é desacelerar. Desligar a paisagem de fora para poder admirar melhor a de dentro. É redescobrir a cor da vida redescobrindo a própria claridade.

Visite a autora:




5 COMENTÁRIOS:

Marcia

Aqui so encontro belezas minha amiga um show esse blog bjão!

Toninhobira

Linda inspiração da Meire, neste redescobrir-se.Parabens a ela.
Grato Anne por linda ação de nos apresentar belas obras.
Meu abraço.
Bjo.

Rosa Mattos

Parabéns pra Meire, criou um texto que deixa uma lição muito útil pra todos nós.

AHH, adorei essa parte: "virar a paisagem do avesso..."

beijos Anne.

Ótimo final de semana pra todos.

Flavio Ribeiro

Ola Anne,

Obrigado! É só vir aqui e serenar, lendo os mais belos escritos! Adorei o texto da Meire!

Parabéns as duas!

✿ chica

Meire encanta demais sempre.Eta guriazinha danadinha de boa! beijos,chica

Compartilhe