• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

26/07/2012

Coração de mago






( Jonas Sanches)




Minha voz que grita um silêncio incompreendido
Nesse caminho escolhido, estreito em espinhos
Senda calada, retida em mistérios incomunicáveis
Coração de um mago, triste e feliz, em desapegos

Meus sentidos que gritam entendimento
Nesse caminho determinado no berço
Jornada complexa dentre segredos vividos
Coração de um mago, convulsionado, vivo

Meus sussurros ouvidos pelos ecos
Nesse caminhar lento e contemplativo
Escaladas em Olimpos imaginários
Coração de um mago, repleto de luz

E a poesia mágica, as palavras dos feitiços
E as vontades alquebradas, voos em precipícios
E os perdões de eu mesmo, infringidos por mim
Coração de um mago, meu doce coração

Entre os cedros sagrados adormecerei
E as vias se manifestarão, selando a metamorfose
Eu calarei e sonharei os sonhos entre os véus
E nos abismos escuros deixarei de planar

Meus sonhos, vividos em realidades paralelas
Entre todas as encruzilhadas que surgiram
Carregando no peito um coração hermético
Coração de um mago, abocanhando almas nos espelhos

Meu coração resumindo os encantamentos do próprio existir


Visite o autor:




4 COMENTÁRIOS:

Augusto Sperchi

Olá Anne! Que generosidade a sua em divulgar o pensamento de outros autores! Adorei a poesia do Jonas. Realmente, esse coração de mago é capaz de fazer proezas e transformar palavras em beleza pura. Bjssss

✿ chica

Jonas sempre bem inspirado!!Vale ler!!abração praiano aos dois,chica

Sônia Silvino (Crazy about Blogs)

Eu também gosto muito do que ele escreve. É cheio de luz mesmo.
Beijos nos dois!

mundo da lua

SEMPRE QUIS SABER COMO SE SENTE O CORAÇÃO DE UM MAGO.

JONAS ADOREI.

Compartilhe