• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

18/07/2012

Que eu...







Que o tempo passe, mas que eu não endureça meu coração, por causa das tristezas e desilusões que vivi, pela vida não ter dado tudo o que “pedi”.

Que eu não me torne uma rabugenta, que vê em tudo e em todos, motivo de reclamação, que eu saiba ver a humanidade e as qualidades, a riqueza de  suas essências, o melhor lado de cada um, que eu deixe brotar  em mim, gotas de bom humor, alegria  e  aceitação.

Que eu saiba cultivar os meus melhores sentimentos, que eu saiba ajudar os demais a mostrarem o melhor deles mesmos, se eles assim o permitirem. Que eu semeie sementes da luz que saem do meu coração , que eu saiba sentir o perfume que emana da alma de cada um, cuidar com ternura das amizades que faço na vida, que eu componha melodias etéreas ao tocar com amor, o coração de todos, inclusive o meu.

Que eu não caia nos extremos, mas aprenda a cada dia mais, me conduzir pela linha do meio. Que o equilíbrio faça parte dos meus dias, num exercício constante, chore se sentir tristeza, às vezes até de alegria, mas que não caia no desespero, na depressão, pois em nada ajuda na vida encontrar a melhor solução, nem me perca na euforia, mas eu saiba conduzir com bom senso, cada um dos meus dias em saudável alegria.

Que apesar do mundo que vivemos, do desamor, da frieza que em tantos encontramos, eu saiba relevar, perdoar, que eu saiba no lugar do outro me colocar, que eu não condene, mas que aceite o tempo de cada um, o caminho que cada um prefere experienciar o dom da vida que recebeu, que eu aceite os limites de cada um, inclusive os meus e que nem estes limites me faça amar menos, que eu treine meus olhos a focar no melhor lado de tudo e todos,  porque sei o tamanho da paz que sinto, sempre que consigo olhar sob esta ótica compassiva.

Que eu deixe cada pessoa ser livre, tanto quanto eu amo ser livre, que cada um construa sua própria estrada,  diferentes uns dos outros, umas mais longas, outras mais curtas, tortuosas, retilíneas, o mais importante são as lições que vamos tendo no caminho, é a nossa capacidade de colorir a tela de nossa vida, é podermos ir aprendendo a buscar o que de fato nos faça felizes, por mais que possam ser diferentes as paisagens que  cada um de nós, criamos.


VISITE A AUTORA: ValériaC



7 COMENTÁRIOS:

MA FERREIRA

Boas férias...

Bela escolha deste texto/poema da Valéria...
Uma oração a ser lida todos os dias..

bjs

Ana Bailune

Um belo ideal de vida! Que seja!

Lola

Adorei as imagens. Quanta coisa maravilhosa!!!
Vou voltar, com certeza.

Célia Gil, narciso silvestre

Uma ótima partilha de Valéria| Bjs

Severa Cabral(escritora)

BOM DIA MINHA QUERIDA !!!!!
ESPERO QUE NA VOLTA VENHA COM MAIS INSPIRAÇÃO E TRAZENDO O AMOR PARA QUE TENS PARA NOS OFERECER ...
TRAZER A VALÉRIA COM ESSE POEMA TÃO RICO NOS DEIXA INSPIRADOS PARA CAMINHARMOS SEMPRE EM LINHAS CERTAS...
BJSSSSSSSSSSSSS

Profª Lourdes

Boa tarde Anne, vim retribuir o carinho da tua visita , agradecer o carinhoda postagem do meu selinho. Deixei na página de agradecimentos um mimo pra você, espero que goste. Abraços!!!!!

LUCONI

Sou fãzona da Valéria, seus textos, reflexões são incríveis, como esta bela oração, beijos Luconi

Compartilhe