• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

16/07/2012

Sou o martelo







SOU O MARTELO
(João Felipe)


Sou o martelo.
Sou feito de ferro,
Bato bem devagarzinho,
Para pregar o preguinho.
Viro um bom martelão,
Pra bater no pregão.
Tem gente que me acha malvado,
Mas esses tem mau gosto.
Tem gente que me acha bravão,
Mas, eu não sou, não!
Só acerto o dedo do sujeito,
Que não sabe mirar direito.
Nasci para pregar prego
E não para pregar botão,
Como posso ser sensível
Se tenho um trabalho difícil?


Fiz esse texto a partir de uma proposta que minha mãe fez, me imaginar um objeto.



Visite o autor:  JOÃO.


2 COMENTÁRIOS:

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto

Oi Anne!
Amo tudo que o João Felipe escreve.
É um escritor e poeta mirim nato.
Parabéns a ele e a ti pela postagem.
Uma ótima semana para ti.
abração com carinho

Tunin

Que poesia mais linda e bem feita, João! Contou a historinha do martelo com uma precisão incrível, moço!
Tu tens talento nato.
Abração.

Compartilhe