• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

20/08/2012

O tempo








( Manuela Barroso)


O tempo fez-se de areia
caindo grão a grão
dos teus olhos em marés longas
nas minhas horas sombrias
enchendo a minha mão
qual ampulheta vazia. O tempo fez-se de areia
caindo grão a grão
dos teus olhos em marés longas
nas minhas horas sombrias
enchendo a minha mão
qual ampulheta vazia.

e passavam horas estreitas
no chão do meu pensamento
na cortina do meu tempo.

imaginei-te no sol
como estrela do meu dia
nas pedras da lua cheia.
que ideia!
mas era assim que eu te via:
sol e sono
lua e mar!
era em ti que eu depunha
esta sede
esta alegria
uma saudade sombria
nesta forma de te amar.




Visite a escritora Manuela Barroso


Pintura; Lauri Blank


8 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Linda poesia da Manuela que está em férias agora,né?

beijo,às duas,chica

Edna Lima

Que bela escolha para homenagear.
Bom dia Anne. Bjs. Edna.

marciagrega

Vou visitar sim...Lindo e emocionante poema.

Beijão

Luna Di Primo

cantiga bonita da Manuela... amiga passando pra deixar bjuuu até

Portal de blogs Teia

Olá.
Gostei muito de seu blog,parabéns.
Sabia que agora seu blog pode aparecer em um portal,isso mesmo,o Portal Teia,um portal só de blogs de qualidade.
Se quiser participar é só nos fazer uma visitinha.
Até mais

LUCONI

Uma linda escolha, um poema apaixonado e saudoso, lindo parabéns a Manuela e a você amiga beijos Luconi

Patrícia Pinna

Anne, bela poesia. Não conheço a autora, mas visitarei o seu blog.
Uma forma bem sensível de escrever.
Beijos na alma!

Orvalho do Céu

Olá, meninas
Todos temos horas sombrias mas poetar, com dignidade, sobre elas é Dom...
Bjm de paz às duas

Compartilhe