• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

07/08/2012

Tempos modernos






( Marcio Jr)


Image by Google

O fim de tarde caminhava apressado naquela cidade grande. Em um barzinho qualquer, duas amigas conversam despreocupadamente sobre suas vidas sexuais.

--Pois é, minha amiga. Comprei aquelas calcinhas que ele adora. --falava a mais novinha, sem se preocupar com as pessoas a sua volta. --Entrei naquela loja virtual, e detonei meu cartão de crédito.

--Como está a relação? Ele é quente mesmo, ou é só fogo de palha? --questionou a outra, procurando assunto para futricar.

--Ah! Já faz mais de seis meses que estamos juntos, e ele me leva as alturas. Me excita, me joga na parede, me vira do avesso, me faz de lagartixa...

--Lagartixa? Que trem é esse?

--Sei lá. Alguém escreveu na internet e eu gostei. Ou escutei na TV, nem sei.

--Você se deixa levar demais por essas coisas de TV e internet. Por vezes, esquece de viver a realidade da vida. --a mais velha argumentou, enquanto levava seu copo à boca.

--Que nada. Os tempos são outros. A vida está mais acelerada, e não dá tempo de viver como antigamente. Temos mil coisas pra fazer, mil lugares pra visitar, mil pessoas pra falar. Tem Facebook, MSN, blogs, Twiter, enfim, um milhão de coisas pra curtir.

música: TEMPOS MODERNOS (Lulu Santos) - by YouTube



--Tá! Esquece isso e me conta. E teu namorado, que nem conheci ainda? Você anda tão sumida, dedicando teu tempo só pra ele! Não pode esquecer as amigas e o mundo assim, desse jeito!

--Ele é maluquinho. Adora sair do trivial. Ele me completa, me preenche, está sempre comigo, e discute a relação sempre que podemos.

--O quê? --a mais velha perguntou, num tom de perplexidade bem visível. --Um homem que discute a relação? Isso não existe.

--E tem mais. Ele me acorda de madrugada, pra fazer amor.

--Não creio! Isso é um achado, uma jóia rara!

--Olha, ele é o homem da minha vida. Nunca tive um homem assim nas minhas mãos. Ele me faz confessar meus desejos mais secretos.

--Como assim? Te conheço bem, e sei desses teus "desejos secretos". Você é uma verdadeira tarada. Não vai me dizer que...?

Um breve silêncio tomou aquela mesa de bar. As duas, rindo, se olharam e a mais nova das duas enrubesceu.

--Pois é! Nós fizemos troca de casais.

--Nããããããão. Me conta tudo, nos mínimos detalhes.

--Ah! Tenho vergonha!

--Mas nem pense em sentir vergonha de me contar algo. --a mais velha ficou indignada e reclamou. --Pode contar, vai. To curiosa demais.

--Estávamos namorando e, do nada, ele me perguntou o que eu achava de swing. E eu soltei meus sonhos. Falei que sim, que topava.

--Tá. Conta, vai.

--Bom, não demorou muito, e ele já ficou todo excitado. Saímos do Skype, fomos pro “chat” do UOL e...

--Pára. Espera. “Chat”? Que história é essa de “chat”?

--Você não sabe o que é um “chat”? Que bobinha!

--É claro que sei o que é um “chat”. É um bate-papo online. Só que pensei que vocês tinham feito troca de casais mesmo. De verdade. Olho no olho, mão na mão, e outras coisas em outras coisas. Sexo de verdade.

--O quê? --a pergunta veio em forma de indignação, o que chamou a atenção das outras pessoas que estavam perto. --O que você pensa que eu sou? Alguma depravada, que sai por aí transando com qualquer um?

--Não é isso! É que...




image by YouTube

--Essa é a imagem que você tem de mim? Que saio por aí igual uma maluca? O mundo aqui fora é muito perigoso. Tô muito triste com você, amiga.

--Tá. Tá bom. Me desculpe. Mas, e qual é o nome desse teu namorado? Agora que me dei conta que nem isso eu sei.

--O nome dele é wilson38_solitário@ig.com.br. Nos conhecemos no Facebook, e foi amor a primeira “cutucada”. Temos a maior afinidade virtual.

--Não entendi. Esse é o nome ou o "nick" dele? Quer dizer que vocês nem se conhecem ainda? Nem o nome dele você sabe? E o papo de vocês se amarem, de namorarem por horas, e de você comprar até calcinhas que ele adora?

--Ai, amiga. Que ultrapassada que você é! E você acha que eu tenho tempo pra ter um namorado de verdade? Agora, dá licença, pois preciso ir pra casa. Tem um restaurante que inaugurou ontem, no Facebook, e vou com o Wilson, num jantar virtual. Tem até pista de dança por lá. Te encontro depois, no “chat” do UOL. Quem sabe eu te arranje um "love" de verdade por lá. Você tá precisando, amiga.




Visite o autor:  MarcioJR


5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Ler o Márcio é um prazer!! Bom vê-lo aqui com seu bom humor e balas escritas! beijos,chica

Sopa de Letrinhas da Leninha

Muito bacana! Boas risadas, Parabéns!

Tunin

Esse mundo pós-moderno tem virado as cabeças.Antigamente esse tipo de diálogo era entre homens, hoje virou unissex(risos).
Tempos modernos. Ah tempos modernos!
Abração, Anne!

Marcio Jr

Anne, minha querida amiga.

Ainda ando com muitos problemas com relação à parte "tecnológica" de minha vida. E isso anda me irritando um pouco. Pra piorar, o tempo também está um tanto escaço. Tudo pra ajudar a complicar.

Mas, mesmo assim, os amigos não me deixam esmorecer. E isso é que justifica os sorrisos que, sem desanimar, sempre me acompanham.

Grato por mais esse carinho, minha amiga. E grato também a todos aqueles que passarem por aqui.

Bjs, minha amiga.

Marcio

Toninhobira

Reler o Marcio é preciso.Ele é fantastico..
Bela partilha aqui Anne.
Abraço.
Bjo.

Compartilhe