• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

09/10/2012

No silencio da alma


NO SILENCIO DA ALMA
( Sol da Esteva)








Desabafo, a minha Alma, no teu peito
E recebo, igual sentir, por tanto amar.
Pois sei bem que, Almas gémeas, temos feito
Tudo, tudo, ao nosso alcance para sarar.

O que hoje aconteceu, é alegria
Imensa, de ver-te, ouvindo a tua voz.
Esmagou-se o sofrimento, neste dia
Porque algo existe e existirá em nós.

Não quero que sofras nostalgia triste,
Nos momentos imos que passamos sós;
Antes vê o Amor que entre nós existe,

Faz da juventude uma Era de Amor...
Quero, isso sim, que vivas só para nós,
No silêncio da tua Alma e no Senhor.






VISITE O AUTOR: SOL DE ESTEVA


5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Muito linda a poesia!! beijos,tudo de bom,chica

Daniel Costa

Anne Lieri

Não me será possivel passar aqui em todos os post's. Mas valeria a pena. Assim aconteceu com o poema de Sol da Esteva.
Beijos

Ana Miranda

Alguns silêncios dizem tanto...

Falar de amor é sempre muito bom!!!

Luna Di Primo

o poema transmite um carinho gostoso de sentir... bjuuu de lindo dia à thurma

Patrícia Pinna

O Sol é uma pessoa maravilhosa embora eu não o conheça pessoalmente.
Escreve com a alma solta versos de amor, alegria e tristeza.
Tem um amor nítido e um acolhimento sem igual.
Beijos na alma e fique na paz, de novo. Rs.

Compartilhe