• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

30/10/2012

Só o amor explica


( Celina)




a beleza do sol depois da chuva;
a beleza da chuva depois de dias de estiagem;
o mar sempre lindo, calmo ou violento;
como nosso coração, as vezes tranquilo, as vezes dolorido;

A dor vem de diversas maneiras, duas delas são a indiferença e a ingratidão. Os pensamentos aparecem e até tentam nos tirar dessa, afinal por que ficar triste se estamos rodeados por tanta beleza?

Admire o que achas belo na natureza, elas não irão nos magoar e pelo contrário, só nos trará paz e serenidade, levando-nos a admirar o grande mestre criador.

Sem falar dos bichinhos, o carinho do nosso gato, sempre um pouco egoísta mas nos retribui o amor com o seu ronronar. Os olhos compassivos dos nossos cachorrinhos que sentem se algo não vai muito bem conosco, só os seus olhinhos tristes nos fazem sorrir, mesmo que seja para não vê-lo sofrer.

E se nada amenizar, ainda existe a divina música! Quanta coisa Deus colocou a nossa volta, para nos alegrarmos, não vamos perder a oportunidade de sermos felizes amigos.

Portanto coração, acho que não tens motivos para ficar triste. Deixemos as dificuldades de lado e viva a vida !




Paz,

Visite a autora:Celina


8 COMENTÁRIOS:

Ana Mestre

Tão lindo Anne.

Obrigada pela partilha.

✿ chica

Lindo ver a Celina aqui e amanhã teremos o prazer de encontrar com ela por aqui!Estamos ansiosos! beijos,chica

Ana Miranda

Olhos, boca, nariz, ouvidos e pele quando falam de amor, usam uma outra linguagem...

Cris Henriques

Muito lindo este poema, amiga Anne.
Um conforto para a alma.
Parabéns à autora.

Beijinhos,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

Sônia Silvino (Crazy about Blogs)

Gosto muito de ler as histórias da Celina. Faz tempo que não a visito!
Beijos nas duas amigas queridas!

ALUISIO CAVALCANTE JR

Querida amiga

Me encanta
as palavras
que acordam
esperanças
adormecidas
em nossos corações...

Para cada dia,
um novo sonho...

D. Garcia

Há sempre esperança quando o coração pode sentir amor.
Belos versos que acalentam e encantam!
Gostei muito de conhecê-la.
Abraços. Daniel.

Orvalho do Céu

Olá, meninas
Muito verdadeiro o que a Celina nos ensina com este poema!!!
Bjm de paz às duas

Compartilhe