• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

09/11/2012

De onde você é?


(Dora Duarte)






 Você me vem sorrindo

Com este sorriso estático

Não sei bem de onde

Com esse jeito atrevido

De quem me quer

Fingindo não me querer

Insinua com palavras desconexas

E me deixa louca

Numa ansiedade indomável,

As vezes calma como chuva fina,

As vezes como tempestade,

Que eu me seguro e me dano toda

Essa resistência me confunde,

Não sei se a alma, ou o corpo,

Quero entender e ser entendida

Ah e como eu quero!

Essa tamanha forma de diferente

De se amar e ser amada.



Visite a autora:Dora Duarte



9 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Lindo querer da Dora. beijos,às duas, tudo de bom,chica

Ana Bailune

Bom dia! Belo poema de Dora Duarte.

D. Garcia

Toda forma de amor vale a pena. Que seja sempre para fazer o bem. "Venha sem fantasias" (Chico B.), mas venha mesmo assim. Belo poema! Gostei imenso! Abraços.

Mari Rehermann

Lindos versos da Dora!! Me soaram como música...

Tenha um dia encantador!
Beijos!!♥

Ana Miranda

É...

Há dias que "somos chuva fina, outros tempestade"...

De onde somos?

Depende do dia.

Marineide Dan

Acho que não conheço a Dora, vou correndo confirmar... Obrigada pela dica!

Beijão

Toninhobira

Bom de ler e querer.
Gosto desta inspirações aceleradas.
Parabens a Dora.
Bela escolha sempre Anne.
Abraços para voces.

Sônia Silvino (Crazy about Blogs)

Lindo, Dora! Parabéns!
Beijocas nas duas!

LUCONI

A Dora escreve muito bem, gosto muito, beijos para as duas, Luconi

Compartilhe