• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

27/03/2013

Amor de introdução


AMOR DE INTRODUÇÃO
(Daniel Costa)




Sonhar é desta encarnação
Meu dote encantatório
Amor de introdução
Dote laudatório
Amor de devoção
No zimbório
Do meu coração
Assim sonhava com um promontório
Diria de outra região,
Amor evocatório
De outra galáxia, sugestão
Veio o anjo com ar risonho, provocatório,
O anjo irmão!
Considerou meritório
Me elevar com um safanão
Me deu asas, o finório!
Amor de introdução
Subi, julgo ter passado pelo purgatório
Sonho de diversão?
Sermão introdutório!
Rindo e cantando feito orfeão
Quiçá desgovernado laboratório!
Porém levava orientação
Visto ter parado, não no irrisório,
Avistei um brilhante vermelhão
Como ofertório,
Uma linda mulher desafiava até o vento suão
Contrastando, no seu magentão
Despido de verde, como sanatório,
Com a secura do calcário de então
Sua estrela, mulher tenório!
Mulher de outra dimensão!
Como ela, olhares cruzei, migratório!
No planeta terra, ou no “paraíso” da desilusão
Acordei simplório
Amor de introdução
Vislumbrei o manto de anjo ambulatório
Sem pressão,
De novo me apresentou, aquela paixão
Rejubilei como um Sertório
Amor introdutório!



Visite o autor:



2 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Daniel sempre bem inspirado e a Severa, linda musa!!! beijos,tudo de bom,chica

Olhos de mel

Ana; uma bela prosa poética do meu amigo querido Daniel! A ilustração é uma foto linda da amiga também querida! Juntos numa harmonia perfeita!
FELIZ PÁSCOA! Beijos

Compartilhe