• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

18/03/2013

Era pra ser diferente


Era pra ser diferente

(Janaina Cruz)




Carregava uma canção azul cheia de vida
Falseando um ou outro tropeço
Mas esse era o mundo só seu
Onde suas vontades vibravam sem correr riscos
Tentou ser como os outros
Tentou
Tentou
Tentou
Mas a vida lhe desmentia,
Escorria-lhe como água das mãos
Descontinuado e mastigado sentia-se
A cada frialdade que percebia a cada não.
A cada paixão corrompida, a desilusão.



Visite a autora: Janaina Cruz



12 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Por vezes essa desilusão acontece! Linda! beijos às duas, ótima semana,chica

Ana Bailune

Aprecio muito os textos desta escritora. Linda a sua escolha, Anne!

Ana Miranda

Quantas vezes eu também tentei... tentei... tentei...

Mas - por sorte - descobri que somos mais felizes quando somos nós mesmos.

Linda poesia!!!!

Nadja

Perfeito! Amei!
Me lembrou bem a pessoa de Clarice Lispector...
E um pouco de mim também.

Bjksss

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto

Oi Anne!
Gosto muito da intensidade do versos da Janaina.
É uma poetisa muito sensível.
uma ótima semana para ti.
abração com carinho

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto
Este comentário foi removido pelo autor.
Rita

Bonito escrito da Jananina é bem forte, e a gente se ve dentro dele
Tentei tentei evamos tentando sempre
Abraços com carinho
Rita!!!

Renata Diniz

Anne! Gostei do poema da Janaína. Desilusões acontecem. Mas também nos ensinam muitas coisas. Beijo!

Eduardo Marculino

Parabéns sempre pela qualidade do BLOG e de suas postagens....

abraços


Olhos de mel

Amiga querida; as vezes acontecem esses probleminhas mesmo. Mas felizmente, eles passam e nos deparamos com momentos felizes e agradáveis, numa maravilhosa companhia.
Lindo poema, amiga!
Boa semana! Beijos

Janaina Cruz

Oh, minha querida menina alada, que felicidade de encontrar no teu cantinho perfeito um poema meu, esse poema nasceu por causa de uma canção de um amigo meu que dizia que: Por causa da escolha sexual de um garoto, sua família começou a maltratá-lo, a não lhe dar mais bolas, como se sua escolha moldasse o seu caráter de forma negativa, enquanto ele só queria ser feliz, só queria ser ele mesmo...

Não entendo como as pessoas podem julgar, maltratar, excluir outras pessoas, somos todos iguais, merecemos carinho principalmente da família.

Agradeço a todas as pessoas que comentaram, deixaram-me muito feliz com o carinho do comentário :] Logo, logo estarei visitando a todos...

Fiquem com Deus, muitos abraçosssssssss

mundo da lua

a decepção doí mais que morte.

Compartilhe