• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

16/10/2013

O chão dos sentidos


ROMANCE HISTÓRICO
“O CHÃO DOS SENTIDOS”


Hoje trago ao Recanto um novo romance de Manuel Bragança dos Santos.

Manuel é irmão de nossa querida amiga e blogueira Beatriz Bragança.

É uma família de escritores de talento, como podem ver!

Abaixo a sinopse do livro cujo lançamento será em 18 de outubro de 2013, escrita pelo autor.



   
    O Romance Histórico O CHÃO DOS SENTIDOS, de Manuel Bragança dos Santos, versa, diegeticamente, a história da Resistência ao regime de Salazar, num enquadramento estrutural da acção narrativa com início em Paris, no ano de 1890, estendendo-se a mesma pelas atribuladas décadas seguintes, já no nosso país, e depois em Angola (guerra colonial), até finais de 1976, enquanto a Democracia se ia consolidando em Portugal...

          Nomeadamente: as estratégias salazaristas de manutenção do poder; a persistente luta da Resistência anti-fascista; a propaganda de António Ferro; a polícia política (PIDE); o Tarrafal; a fuga de Cunhal da prisão de Peniche; Humberto Delgado; Mário Soares e a génese do Partido Socialista; a Primavera Marcelista; o 25 de Abril.

          O Romance O CHÃO DOS SENTIDOS revisita também o sucesso (entre as duas  Grandes Guerras) dos minifúndios agrícolas do Norte (quintas), em Castelo de Paiva, onde, apenas a troco do “terço” das colheitas, famílias enormes de feitores e caseiros, de pés descalços, trabalhavam a terra de sol a sol, com pouco mais do que as enxadas;
         
          Ademais, revela “o curioso embrião de um certo empreendedorismo proletário” ou como se iniciou a exploração de inertes, na margem esquerda do rio Douro, na década de 1950, até ao colapso da ponte Hintze Ribeiro, em 04 de Março de 2001;

          Projecta ainda o singular filme das memórias intactas, das férias grandes (anteriores às décadas da indústria do turismo nacional), vividas em Pardilhó, no Furadouro e na Torreira; a travessia da lancha entre a Bestida e o cais da Torreira, a contemplação da arte Xávega, a apanha do moliço na Ria, e a gastronomia típica das enguias...

          Entre muitos outros referentes, cujo significado narrativo dá corpo conceptual, cor e ritmo à linha discursiva formal (significante) da obra, o romance histórico O CHÃO DOS SENTIDOS” desvenda ainda, desde a sua génese, os projectos inovadores dos Colégio da Estrela (meninas), adquirido em 1916, e rebaptizado pelos Pardilhoenses Padres Albano Resende e Germano Pinto, depois da sua aquisição, em 1928, de Colégio de João de Deus (rapazes), no Porto, até ser comprado pelo Ministério da Educação, de Veiga Simão, em 1973.
      
       Por último, uma alusão a dois dos heróis Resistentes, Luís e seu filho Ricardo, que, incapazes de acompanhar a História do tempo que é o deles, soçobram frustrados através do tempo da história.




Visite o autor em seu blog: 


5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Que legal deve ser esse livro e daqui, desejo o maior sucesso ao autor! beijos,tudo de bom,chica

http://odeclinardosonhos.blogspot.com

Como eu já comentei no blog da amiga Beatriz desejo toda a sorte do mundo para este seu novo trabalho!!!!
Beijo para ti amiga por este trabalho de divulgação!!!
anacosta

Marlene

DESEJO QUE TENHA MUITO SUCESSO
O AUTOR PRAZER ENORME EM VER SEMPRE NOVIDADES LINDAS POR AQUI
VENHO DEIXAR MEU ABRAÇO AGRADECENDO A VISITA QUE ME FAZ SEMPRE MUITO FELIZ BJS MARLENE

Beatriz Bragança

Querida Anne
O meu mais sincero agradecimento pelo destaque proporcionado ao romance histórico do meu irmão José Manuel.
É uma pena que a distância a impeça de estar presente no Porto de Honra do Lançamento do Livro!
Beijos no seu coração
Beatriz

Humberto Maranduva

Amiga Anne
Ficou muitíssimo bem, com o devido destaque. Agradeço-lhe, do coração, todo este cuidado e atenção.
Reitero aqui, também, o lamento da minha irmã, por não podermos contar com a presença da Anne no lançamento de "O CHÃO DOS SENTIDOS".
Um beijo
Manuel Bragança dos Santos

Compartilhe