• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

12/03/2014

Os folhetos do Cadinho

Os folhetos do Cadinho

(Cadinho Roco)



Os folhetos do escritor Cadinho Roco foram criados em 1998 e são distribuidos por onde o autor passa.


A Série Xamã não é a primeira dos Folhetos Cadinho RoCo e quem acompanha o http://cadinhoroco.blogspot.com que é o blog servido como extensão dos folhetos depara por agora com publicações relacionadas à Série Estrada Real criada em 2003 dando aos Folhetos Cadinho RoCo condição de primeiro periódico dedicado à Estrada Real em toda sua história. 

Esses textos, coletados dos folhetos também podem ser lidos na página que assino no facebook:  


Faço essa menção aqui para mostrar o quanto há de oferta para patrocinadores em todo trabalho nesses dezesseis anos nos folhetos. Essas séries podem sugerir o surgimento de outras, a evolução de outras ideias relacionadas ao turismo regional, a hábitos e comportamentos de animais de estimação e por aí vai. E se digo, escrevo isso aqui é porque observo haver nesse trabalho espécie de sugestão para produções que acabo ficando sabendo muito próximas do que aqui exponho. Eu, sinceramente, sou mais inclinado a crer no efeito sugestão do que na coincidência e por isso aproveito pra dizer que se querem mesmo algo original que façam contato porque o que aqui apresento é só mostra do que posso fazer para empresas que apreciam investir em iniciativas legitimadas pela verdadeira autoria de quem é de fato o pai da ideia.



Visite o blog do autor e saiba mais:

5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Cadinho e seus folhetos e sempre que os leio, gosto! abração aos dois,chica

Thieres Duarte

Muito bom, parabéns pelos trabalhos e obra...

Elvira Carvalho

Vou levar o link. Cadinho Roco, sei que já visitei em tempos, mas alguns links não consegui recuperar quando perdi a barra.
Um abraço

Luconi Marcia Maria

Já visitei o Cadinho Roco e gostei muito do que li por lá, parabéns por trazê-lo e dar oportunidade para mais escritores conhecerem o seu trabalho, beijos Luconi

Cadinho RoCo

Não é sempre que um escritor fica sem palavras, como estou agora, mas a emoção por vezes trata de captura-las de nós. Muito sensibilizado com esse seu gesto de solidariedade pelo que culmina no meu trabalho que é o meu sustento. Citarei agora mesmo (13/4) endereço dessa página do seu blog na publicação que soltarei no Facebook. Receba minha mais sincera gratidão.
Cadinho RoCo

Compartilhe