• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

06/04/2014

Tristeza: entenda o que é esse sentimento

Tristeza: entenda o que é este sentimento

(André Lima Oliveira)




Tristeza ou desgosto é um sentimento humano que expressa desânimo ou frustração em relação a alguém ou algo. É o oposto da alegria. A tristeza pode causar reações físicas como depressão nervosa, choro, insônia, falta de apetite, e ainda, reações emocionais, como o arrependimento.

A tristeza pode ser originada da perda de algo ou de alguém que se tinha de muito valor ou pelo excesso de tédio; esta emoção pode ser potencializada se aquele que sofre de tristeza passa a acreditar que poderia ter feito algo para recuperar ou evitar a perda, mesmo que este algo a fazer seja na prática impossível de se concretizar, e independente da vontade do triste.

É comum a tristeza ser descrita como algo amargo, ou como uma dor, ou como sentimento de incapacidade, ou ainda como algo escuro (trevas).

A tristeza pode ser a consequência de emoções como o egoísmo, a insegurança, a baixa autoestima, a inveja, a imaturidade, o medo e a desilusão. São emoções que, quando não são tratadas logo, podem terminar gerando tristeza, ou em casos extremos a depressão nervosa; dependendo do estilo de cada pessoa, a pessoa pode desenvolver um instinto negativo (vingança, raiva).

Não apenas sintomas psicológicos são resultantes da tristeza. Em casos de angústia prolongada o indivíduo pode passar a apresentar sintomas de hipertensão, problemas de pele e a queda e o embranque cimento precoce dos cabelos. Também o coração pode ficar fisicamente comprometido podendo levar a vítima a quadros graves: arritmia, ataque cardíaco, entre outros problemas.

A tristeza pode vir de fora para dentro; quando é gerada por elementos que circundam o indivíduo; ou de dentro para fora; quandoFoto Mulher com Tristeza simplesmente surge por uma inadaptação do indivíduo ao meio. Entanto, apesar do estado de espírito “amargo” proposto pela tristeza, pesquisas demonstram que algumas decisões corriqueiras da vida do indivíduo, tais como àquelas relacionadas ao engrandecimento pessoal e à mudança, em grande parte das vezes só podem ser tomadas em momentos de tristeza, quando o cérebro humano tende a agir de maneira mais arrazoada, com enfoque específico, visando um determinado fim.

Portanto, na medida em que o indivíduo triste se esforça para desempenhar suas atividades diárias, tentando manter seu equilíbrio psíquico para tanto, ele está, ainda, a providenciar as condições neuropsíquicas para a tomada de decisões providenciais e salutares para sua vida.





Fonte: Wikipédia


Visite o autor:

4 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Lindo e bem importante tema abordado nesse texto.

Palavras bem colocadas deixando mensagens boas! abração, lindo domingo,chica

Beatriz Bragança

Querida Anne
os meus parabéns ao autor.
Afinal esse estado de melancolia até pode ser o responsável por sábias decisões!
Uma óptima mensagem!
Obrigada.
Beijinho
Beatriz

Elvira Carvalho

Uma dissertação muito interessante sobre a tristeza.
Um abraço e uma boa semana

Mira

Gostei dessa deambulação sobre a
tristeza, que é uma má condição
para quem a sente mais do que devia,
beijo Anne

Compartilhe