• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

09/09/2014

Os sapos indecisos

Os Sapos indecisos

(Celia Rangel)






Se existem três sapos numa folha e um deles decide pular para a água, quantos sapos restarão na folha?


A resposta certa é: três sapos, porque um sapo tão somente decidiu pular. Ele não pulou de fato.


Não somos muitas vezes como o sapo? Decidimos fazer isso, e aquilo, mas no final acabamos não fazendo nada.


Na vida é preciso tomar muitas decisões. Algumas fáceis, outras difíceis. Os erros que cometemos, no entanto, não são fruto de decisões erradas, mas sim das nossas indecisões. Temos de conviver com a consequência das nossas decisões. Isso é arriscar... Tudo é arriscar!


Rir é correr o risco de parecer um tolo. Chorar é correr o risco de parecer sentimental. Abrir-se para alguém é arriscar em envolvimento.
Expor sentimentos é correr o risco de revelar a si mesmo. Expor ideias e sonhos é arriscar-se a perde-los. Amar é correr o risco de não ser amado.


Viver é correr o risco de morrer. Ter esperanças é correr o risco de se decepcionar. Tentar é correr o risco de falhar.


Os riscos precisam 
ser enfrentados, pois na vida o maior fracasso é nada arriscar.

A pessoa que não arrisca nada, que não faz nada, não tem nada, ela não é nada. Pode evitar o sofrimento e a dor, mas não aprende, não sente, não muda, não cresce.


Não vive. Presa à sua servidão, ela é uma escrava que teme a liberdade. Apenas quem arrisca é livre.



* O pessimista queixa-se dos ventos...
O otimista espera que os ventos mudem...
O realista ajusta as velas...




Fonte: "Nunca deixe de sonhar: você é do tamanho do seu sonho"
Vários autores


Visite o blog da autora:



12 COMENTÁRIOS:

Paulo Francisco

Adorei!
Fiquei pensando em que categoria eu me enquadro rs rs
Um beijo

Ana Bailune

perfeito!
Fico triste quando vejo pessoas censurando-se por causa de alguma decisão errada. Acham que não podem mudar de ideia e reconstruir suas vidas, mas podem, a qualquer momento.
belo e verdadeiro texto!

✿ chica

Uma bela reflexão proposta pela Célia! Linda! Sempre! bjs, às duas, chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever

Palavras para pensar muito.
bjs amiga Anne.
Carmen Lúcia.

Célia Rangel

Oi, Anne! Obrigadíssima, pelo espaço nobre concedido! Estar no RECANTO DOS AUTORES é um enorme privilégio! Essa reflexão proposta é muito significativa mesmo. Sou otimista e proativa saio sempre de mangas arregaçadas viabilizando meus sonhos!
Abraços, Célia.

Bergilde

Muito verdadeira a metáfora que inspira esta reflexão.Vivemos tendo que tomar decisões e talvez as consequências daquelas que parecem erradas é que limitam o ser humano a querer arriscar novamente,mas se não o fizer jamais poderá se arrepender e tentar outra vez...Abraços de carinho e admiração por tudo isso que leio aqui!

Poesia do Bem

Bela reflexão, mas eu nçao gosto de sapos hehehe

LUCONI MARCIA MARIA

A Célia faz sempre excelentes reflexões, com certeza é o medo que paralisa o ser humano, arriscar vale a pena eu sou fã daquele velho ditado

Arrependa-se do que você nunca tentou,
jamais do que tentou e não deu certo.

Parabéns a Célia e a você Anne que sempre nos traz belos textos e poemas, bjos Luconi

Ivone

Lindo como todos os post da Célia, esse texto me faz lembrar do tempo em que arrisquei tudo mesmo sentindo medos,valeu!
Amei a sua homenagem a nossa amiga Célia, ela merece!

Anete

Reflexão muito oportuna! Viver é abraçar os desafios com fé e coragem... Os riscos fazem parte das aventuras!..

Um abraço, Anne...
Gostei de conhecer a Célia Rangel por aqui...

Roselia Bezerra

Olá, queridas Anne e Célia
Um poema encantador onde retrata verdades existenciais.. gostei muito da quinta estrofe...
Bjm fraterno

Roselia Bezerra

Olá, queridas Anne e Célia
Um poema encantador onde retrata verdades existenciais.. gostei muito da quinta estrofe...
Bjm fraterno

Compartilhe