• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

29/04/2012

Recanto entrevista Cacá




RECANTO ENTREVISTA CACÁ
( Anne Lieri)

Uma repostagem da entrevista de nosso amigo Cacá que estamos homenageando hoje em diversos blogs!

Ele nasceu em Itabira,Minas Gerais, a terra de Drummond.



É pai coruja de duas meninas lindas!


Aqui ele no meio de sua linda familia!


Gosta muito de cozinhar.


Autor de vários livros e muito talentoso blogueiro.






O entrevistado de hoje é José Cláudio Adão, mais conhecido na blogosfera como Cacá.



Recanto-Cacá,onde você nasceu? É casado? Tem filhos? Conte um pouco de sua vida atual.
Cacá- Nasci em Itabira-MG - terra do Drummond -, vivi lá a minha infância até a adolescência, mudei-me para Belo Horizonte, depois passei por um pequeno período em Araxá, vivi 20 anos trabalhando na cidade de Mariana e atualmente moro novamente em BH. Sou casado( de novo e de novo) e tenho duas filhas que são as coisas mais lindas desse mundão.

O mundo mudou muito e muito rápido nos últimos 30, 40 anos...


Recanto- Como foi a sua infância.Foi daí que surgiu o apelido de Cacá? Fale dessa fase de sua vida.
continue lendo...
Cacá- Até pouco tempo atrás tinha a sensação que nasci Cacá. Só depois de muitos anos minha mãe resolveu que iria me tratar por José Cláudio, pois segundo ela, era o nome que escolheu para mim e que gostava muito. Então passei a adotar mais usualmente. Em Mariana, por exemplo, onde fiquei muito conhecido em função de minhas atividades sociais, até hoje há pessoas que se você disser a elas José Cláudio muitas não saberão, mas se falar Cacá, é reconhecido.

Minha infância foi daquelas que vai dar saudade até o meu fim, de tão boa. Não tem paralelo com a infância de hoje, apesar de as crianças acharem ótimas, eu sou mais a minha, sem os perigos modernos. Brinquei na rua, nos campos, lagos, rios, matas, quintais, enfim uma liberdade que hoje é impensável. Não dá para fazer comparações, já que o mundo mudou muito e muito rápido nos últimos 30, 40 anos, especialmente para as crianças.

Meu blog começou de uma frustração rebelde com um curso de cozinheiro que não pude fazer.


Recanto- De onde veio a inspiração para começar a escrever um blog e qual foi?
Cacá- Meu blog começou de uma frustração rebelde com um curso de cozinheiro que não pude fazer. O teste psicotécnico (segundo o avaliador) revelou uma “quedinha” para as letras e não para a cozinha, que era a minha vontade depois que voltei a morar aqui em BH. Criei o blog e ele ficou um bom tempo de molho. Depois, como leio compulsivamente, acabei descobrindo o Recanto das Letras e passei a escrever lá. Só então resolvi fazer meu blog andar junto com as outras publicações do Recanto. E na cozinha, continuo com meu amadorismo apaixonado do mesmo jeito que com a palavra escrita. Hoje eu costumo dizer que minhas terapias diárias são a escrita e a cozinha.



Recanto- Como surgiu o seu livro do Arcanjo?Foi uma inspiração celeste?Do que trata o livro?
Cacá- Nas minhas observações do cotidiano comecei a escrever crônicas, gostei e aí surgiu a ideia de criar um personagem para dizer coisas indizíveis, filosofar com o dia a dia de maneira descomplicada e fazer reflexões e risos do jeitinho que eu costumo levar a minha vida. Então, me lembrei do nome Arcanjo Isabelito Salustiano, que foi o nome que um antigo colega de trabalho queria colocar em seu primeiro filho e não conseguiu consenso nem autorização de ninguém da família. O episódio foi muito engraçado à época e então, carinhosamente batizei meu personagem com esse nome, homenageando, inclusive, esse meu amigo na introdução ao livro. No mais são crônicas que escrevo com frequência.

E vem aí, um novo personagem. Já, já sairá em novo livro.

Você tem que se multiplicar em muitas pessoas para conseguir alguma recompensa.

Recanto- Como tem divulgado o seu livro,como tem sido a receptividade e quais as dificuldades que vem encontrando?
Cacá- As produções literárias independentes (essas que se paga para serem produzidas) encontram todas as dificuldades que se pode imaginar. Não há esquema de distribuição nem de divulgação por parte das editoras. Além disso, eles colocam um preço elevado para os padrões de consumo de livros no Brasil. Você tem que se multiplicar em muitas pessoas para conseguir alguma recompensa. Hoje eu digo que são as suas relações que mais estimulam e ajudam, seja em família, amigos, colegas de trabalho e pessoas que vai conhecendo por aí que dão esta força essencial para a gente não desistir de publicar. A internet é a maior aliada nesse sentido. Meus dois livros tiveram pequenas vendas mas estão em quase todos os estados do Brasil e em alguns países, graças ao relacionamento via web. Mas olhando um pouco o panorama da literatura mundial, são pouquíssimos autores que tiveram uma consagração pública em relação ao universo de pessoas que publicam. Quando participei da Bienal de São Paulo, essas coisas ficaram mais claras para mim. Um levantamento informal que eu mesmo fiz lá, vi que havia mais de noventa mil autores nacionais e uma outra metade disso de estrangeiros. A imensa maioria era de novos e desconhecidos como eu, na peleja por um lugarzinho ao sol que ilumina as letras de prosa e verso. Sem perseverança e muita paciência a pessoa desiste logo, logo. Estou acostumado, no entanto. Nunca em toda a minha vida tive facilidades para conseguir as coisas que busquei e nem por isso desisti de viver e lutar.

...Há os já consagrados...e há gente nova e boa surgindo todos os dias.


Recanto- Você tem algum autor ou livro preferido?Qual?
Cacá- Não, não tenho e nem gostaria de ter. O número de bons e ótimos é muito elevado. Seria cometer uma injustiça com a minha condição de leitor que está sempre à procura de novas e boas coisas na literatura e outra injustiça com todos os autores bons e ótimos. Outro dia eu enviei uma carta a uma rádio de que gosto e ouço há muitos anos e falei para eles que para quem ouve pela primeira vez, a emissora é nota dez. Mas para quem ouve todo dia, estava ficando muito repetitiva e que a música brasileira e mundial era de uma riqueza imensurável em qualidade e quantidade (até perguntei se ainda existe o famigerado jabá, que justificasse repetirem tantas vezes determinadas canções e cantores). Assim também eu vejo a literatura, no sentido da quantidade e da qualidade. Há os já consagrados (que não passamos sem visitá-los de vez em quando) e há gente nova e boa surgindo todos os dias.

...Vou falar de um personagem novo...


Recanto- Você tem algum projeto para um novo livro? Pode nos contar?
Cacá-Tenho vários, mas vou falar de um (já falei antes que tem personagem novo , já, já para ser divulgado). O que vai me consumir mais tempo nessa reta final de ano e acho que no início do próximo são umas memórias de minha infância que estou planejando lançar no meu aniversário de 2012.

Poesia é um afeto que o mundo precisa em caráter de urgência urgentíssima.

Recanto- Agora é o momento “Marília Gabriela”...eu falo uma palavra e você diz a primeira coisa que te lembra.

Musica preferida- Milhares, mas de preferência MPB

Anjos – Pessoas de carne e osso que aparecem em nossa vida e nos ajudam a levá-la melhor.

Poesia- Um afeto que o mundo precisa em caráter de urgência urgentíssima.

Sonho-Eu gosto, quero e preciso   sonhar que o mundo pode ser melhor senão para todos, pelo menos para a imensa maioria das pessoas.

Lançamento do livro em BH,na Livraria Leitura do Minas Shopping,dia 31/08, ás 19:30 hs.


Recanto- Onde as pessoas podem encontrar você?Deixe o link de seus blog e fale também do lançamento  do livro em 31/08.

Cacá-O livro ARCANJO ISABELITO SALUSTIANO E OUTRAS CRÔNICAS está publicado desde o início deste ano. Eu estava esperando o meu irmão se curar de um câncer (tínhamos combinado de lançar em conjunto – o dele é de poesias). Infelizmente, muito infelizmente, eu o perdi e só agora resolvi fazer o lançamento que vai ser aqui em BH, na Livraria Leitura do Minas Shopping, dia 31/08, às 19:30h e aproveito o seu generoso espaço para deixar o convite a todos que puderem dar uma passadinha lá, será um prazer e uma enorme alegria para mim.

Meu e-mail:kkadao@gmail.com
Meu blog: Uai mundo


Esta frase/pensamento está em meu blog...e me acompanha desde a época em que saí de casa com uma mochila nas costas e um milhão de sonhos!

Recanto- Para finalizar deixe uma frase de vida, um pensamento que você gosta.

Cacá- Esta frase/pensamento está em meu blog (nas boas vindas) e me acompanha desde a época em que saí de casa com uma mochila nas costas e um milhão de sonhos:
“Amor, trabalho e conhecimento são as fontes de nossa existência. Deveriam governá-la também.” (W. Reich)

Anne, quero agradecê-la imensamente por esta oportunidade. Você que tem me acompanhado com uma agradável frequência faz parte desse mundo que abre portas, que compartilha generosidades, que estimula e que faz a gente crescer e querer ser melhor. OBRIGADO!


Cacá, eu é que quero agradecer sua generosa entrevista! Foi uma agradável surpresa conhecer mais de sua vida e confirmar o ser humano maravilhoso que você é! Sei que ainda há muito do Cacá que não foi dito e as pessoas podem conhecer mais lendo seu livro!

Uma canção do Recanto em sua homenagem,pois "no tempo da maldade acho que a gente nem tinha nascido..."

14 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Ver Cacá aqui é motivo de alegrias... Gosto muito dele e nem é de hoje...É de longos aninhos, desde o RL...

Apesar de nunca nos termos visto ao vivo, nem mesmo ter ouvido sua voz, parece que o conheço há séculos...

Um grande escritor, nos mais variados gêneros: adoro suas crônicas, o seu bom humor , poesias e claro, tenho certeza que esse trabalho que ele estará desenvolvendo pro 2012, sobre sua vida, dará trabalho, mas dará um belo retorno ...


Adorei ver suas respostas, seu jeito de falar e ver as coisas.


Um abração,Cacá e desejo sucesso, sucesso e muita saúde pra tanto sucesso,tá?

Ficou ótima a entrevista.beijos,chica

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR)

Parabéns ao Cacá. Que bom conhecer mais um poeta... e poxa... ainda da terra de Drummond? Muito boa a entrevista. Vá em frente, amigo. Meus parabéns. Um abração poético

Valquíria

*..♥..♠..♦..♣..◘..♦..♥..☺..♣..♠..♦*

Salmos 55:22 Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado.

Deixando um abraço de paz e um convite a visitar o http://hanukkalado.blogspot.com/

semana de bençãos a ti e tua família.

*..♥..♠..♦..♣..◘..♦..♥..☺..♣..♠..♦*

Renata Diniz

Sou admiradora da personalidade e do trabalho do Cacá. Meu abraço aos dois, Cacá e Anne.

Eva

Adorei a entrevista, o Cacá é um talento nas letras, na cozinha eu não sei, hehehe, e um querido da blogosfera, parabéns a condução da entrevista e as respostas do Cacá, que bom conhecê-lo um pouquinho mais, Sucesso!!

Celina

Oi Cacá, entrevista maravilhosa, gostei muito das perguntas foram ótimas e as respostas também, assim ficamos conhecendo mais um pouco de vc.
Desejo sucesso, persevere sempre, é o segredo.
Fico aguardando o lançamento do seu próximo livro.
Vc sabe que o admiro muito como pessoa e como escritor, sou sua fã.
Abraços Celina

Cacá - José Cláudio

Chica, Obrigado! Você é mesmo uma doce pessoa, uma companheirona, bem sei.

CArlos., obrigado pelas palavras e incentivo.

Valquiria, obrigado.

REnata, obrigado. Também admiro muito seu talento e competência tanto na lteratura, como na história e filosofia.

Eva, obrigado pela sua imensurável generosidade e afeto comigo e com todos que eu vejo por onde passo e lhe vejo por perto.

Celina, você mora no meu coração. Parece que a conheço desde muito anos de tão próximo que me sinto.

Anne, qualquer tanto de palavras é pouco para agradecer a este seu gesto tão grandioso.OBRIGADO, minha querida! Meu abraço . Paz e bem.

Samara Bassi

Que homenagem mais bonita.

Tão bom receber e ver para com os amigos todo esse carinho que acompanha-os onde estiverem, com quem e principalmente nos momentos difíceis.

Parabéns recanto.
Os meus aplausos.
Sam

Marcio JR

Anne, uma entrevista fantástica.

Creio que eu seja suspeito para falar do Cacá. Ele se tornou uma referência para mim, e como admirador que sou, teceria um comentário quilométrico aqui.

Conhecer o Cacá foi algo que me enriqueceu, e ele está fazendo uma falta danada na blogosfera. Tomara que retorne logo e com todo o gás.

Parabéns, minha amiga. Mesmo sendo uma re-edição, a entrevista está atualíssima.

Bjs, Anne. E um lindo domingo pra ti.

Marcio

Santa Cruz

Anne: Não conheço nada de Cacá, mas deve ser uma pessoa formidavel pelas homenagens que tenho comentado.
Beijos
Santa Cruz

ALUISIO CAVALCANTE JR

Querida amiga

Conhecer
pessoas que
semeiam o bem
pelo mundo
é uma alegria
e também,
uma preciosa
inspiração.


Que sempre haja amor,
para alimentar de sentidos
nossa vida.

Edilene

Que prazer conhecer um pouquinho do Cacá aqui. Estava me sentindo um peixe fora d'água. Todo mundo falando do Cacá e eu não o conhecia. Agora já estou quase atualizada, conheci um pouco aqui e um pouco em cada blog. Constatei que o Cacá é muito inteligente e amigo. AMei! Beijos

jose claudio

Oi, Anne! OBRIGADO, minha querida! Eu disse que o meu ano agora vai começar pra valer e você me ajudou a aumentar essa sensação de que aqui é mesmo o meu lugar mais adorável. Eu estou emocionado demais com tantas homenagens e manifestações sinceras de apreço e afeto. Já , já publicarei minhas palavras de gratidão a você e a todos que aqui estiveram. OBRIGADO, Um grande abraço,Paz e bem.

Carlos Costa

Volte Cacá, volte. Você nos faz muita falta!

Compartilhe