• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

24/09/2011

Recanto entrevista Marciano Vasques





RECANTO ENTREVISTA MARCIANO VASQUES
( Anne Lieri)

Nosso entrevistado de hoje nasceu em Santos, S.P.



Autor de literatura infantil respeitado, renomado e talentoso tem 27 livros publicados e muitos premios recebidos.










Tem oito blogs que administra.






Nosso entrevistado de hoje é o escritor MARCIANO VASQUES.



Ops...rsss...me enganei e coloquei a foto do Rospo, seu personagem mais conhecido na blogosfera! Desculpem pela falha!

Esse é o nosso amigo MARCIANO VASQUES!




Recanto- Marciano Vasques, onde você nasceu? Conte um pouco de sua vida atual,familiar e profissional.

Marciano Vasques:
— Nasci em Santos. Trabalho na Rede Municipal de Educação, na Educação. Sou autor de Literatura Infantil. Minha vida atual é uma correria, não tenho mais tempo sobrando, e isso eu agradeço diariamente.




Recanto- Como foi a sua infância? Fale um pouco dessa fase de sua vida.

Marciano Vasques:
— Cresci entre eucaliptos, e isso me trouxe a infância mais feliz. Sustos e tristezas eu os tive, mas fui feliz, sim. Aos seis anos aprendi a ler com as tiras de quadrinhos nos jornais que meu pai trazia, pois além de trabalhar na CMTC, também era entregador de jornais. Talvez ele nunca possa ter compreendido o bem que me fez. E não tive, posteriormente, oportunidade para conversas com ele. Minha mãe era toda repleta de superstições, e contava também as histórias nos nossos passeios diários pelas ruas empoeiradas. Nessas caminhadas ao seu lado encontrei meninos que se transformaram em lobisomens. Devo muito a ela, com a sua imaginação fértil. Foi sem dúvida uma infância feliz.



Recanto- Você disse uma vez que “ a criança é máquina do tempo”. Explique essa sua idéia para o pessoal do Recanto.

MarcianoVasques
—Essa frase foi pronunciada por uma amiga, e logo virou uma história do Rospo. Máquina do Tempo, pois não: a criança nos leva ao futuro e ao passado, nos lança também ao presente, e tudo isso nos oferta como presentes. Infeliz do adulto que não tem crianças ao redor. Quando estamos diante da criança, ficamos com a maravilhosa impressão de que estamos vivendo numa outra geração, isso é gratificante para a alma.  É como se tivéssemos a chance de prosseguir no tempo. Ela nos tira de imediato a ideia de que estamos partindo. A criança não nos deixa partir de forma brusca. Ao contrário, nos põe num trem encantado. Maravilhosa impressão  sim, pois é de maravilhas que falamos. Ela nos vem atualizar a alma, o coração, ela nos recicla,  nos coloca no futuro. É de fato algo extraordinário e maravilhoso. E ao mesmo tempo, ao ver um menino correr ao vento com a sua pipa, uma menina brincando, ela tem o dom de nos trazer de volta os grandes momentos de nossa infância, e quando nos damos conta, em sonhos e devaneios somos novamente aquele menino, aquela menina, num “era uma vez” que jamais se foi por completo.





Recanto- Poderia nos falar sobre os livros que escreveu? Quantos livros publicados? Qual o assunto de seus livros?

Marciano Vasques:
—Sou autor de Literatura Infantil. Veja que em CASA AZUL DA LITERATURA estão as capas de meus livros, quase todos: “Uma Dúzia e Meia de Bichinhos”; “Griselma”; “Rufina”; “Mistérios para Nicole”; “Espantalhos”— livro que tanto amo. Enfim, é isso. No livro “A Cidade das Cantigas” e também em “Duas Dezenas de Meninos Num Poema” surge com nitidez o assunto de meus livros, que é a grande aventura da infância. São 27 livros publicados.







Recanto- Como surgiram os personagens Rospo e Sapabela? Eles são inspirados em alguma pessoa ou nasceram apenas de sua imaginação? Que mensagens quer passar através deles?

Marciano Vasques:
—  Não são naturalmente inspirados em nenhuma pessoa específica. Rospo tem a alma universal, e Sapabela reflete a mulher do futuro, que já desponta. São conversas que nos levam a refletir e a valorizar certas coisas, certas coisas às vezes esquecidas no cotidiano. Mas há quem diga que às vezes o Rospo sou eu e às vezes a Sapabela sou eu. O que acontece é que o Rospo não me deixa em paz. 





Recanto- Que dificuldades um escritor enfrenta hoje em dia, em sua opinião, e o que poderíamos fazer para melhorar?

Marciano Vasques — São diversas dificuldades, algumas não podem ser reveladas (risos), pois poderiam criar melindres, isolamentos... E algumas são visíveis, como é a dificuldade para ser aceito no mercado no inicio de carreira; são de fato várias as dificuldades.



Recanto- O que você acha das redes sociais? Qual o significado delas em nossa vida hoje?

Marciano Vasques:
—O Facebook é de fato fascinante, pois vai aglutinando pessoas essenciais dentro do projeto de vida de cada um, em termos culturais, profissionais, e assim por diante. Pessoas que aos poucos vão de fato se tornando amigas, e passam a fazer parte de uma outra rede dentro da Rede. A questão quantitativa aos poucos vai sendo compreendida e não se torna mais empecilho, para quem sabe o que realmente procura.



Recanto- E as escolas de hoje? Qual sua opinião sobre elas? Acha que temos um país onde a leitura é incentivada?

Marciano Vasques:
— Há muitas boas iniciativas, muita gente boa interessada em mudar os rumos, e de fato levar os jovens ao interesse pela leitura. Mas as dificuldades são imensas e assustadoras, pois estamos entrando com tudo na era tecnológica, que irá definitivamente substituir a humanista, numa visão pesada. Mas temos esperanças sim, pois os jovens, graças aos apelos do cinema e outros fatores, estão lendo cada vez mais.
A escola, de certa forma, é ainda um carro de boi diante do relâmpago da nova geração.







Recanto- Fale um pouco dos seus blogs, em especial do “ Serafin dos poetas” .Você tem vários deles de grande qualidade. Por que começou a blogar? Deixe os links de cada um.

Marciano Vasques:  — De fato, administro oito blogs e escrevo em vários,  não com tanta empolgação mais, em certos casos, mas sigo em frente. O blog, diante das Redes Sociais, é, segundo disse um poeta, a Sala de Leitura. O Face, que, como eu disse, é fascinante, mas é efêmero, por conta de sua própria velocidade. A Sala de Leitura, ou seja, o Blog, é, como bem disse um ministro, a Casa da Pessoa, é mais ainda, é a Alma, acrescento.
O SERAFIN DE POETAS é emocionante em minha vida. Se pudesse o compartilharia diariamente no Face. Serafins são poetas, são crianças, meninas e meninos. É o meu precioso blog, que não é meu, e ultrapassa a própria escola. É um blog que mereceria a atenção de todos os educadores, e de muitos teóricos.




Recanto- Você tem algum projeto para um novo livro? Pode nos contar?

Marciano Vasques:
—Não, não posso contar, mas tenho sim.




Recanto- Agora é o momento “Marilia Gabriela”. Eu falo uma palavra e você diz o que te vier á cabeça.

Uma música- A Whiter Shade Of Pale

Um livro- Jubiabá

Uma cor- Lilás

Um sonho- Sonhar sempre

Uma alegria- Estar sempre aqui, pois AQUI é sempre onde estamos. O motivo para a alegria é saber justamente isso, que tanto faz uma praia, o seu local de trabalho, o seu computador, a feira, a praça do shopping, a janelinha do ônibus, o lugar será sempre o AQUI.

Uma tristeza- Ver como alguns humanos tratam os cachorros.




Recanto- Deixe um pensamento, uma palavra ou uma frase que goste para nossos leitores.

Marciano Vasques
— “A rã que está no fundo do poço, pensa que o céu é do tamanho da boca do poço”



Muito obrigada pela gentileza de sua entrevista!

Eu que agradeço.

Aqui os links de seus blogs:










 O Recanto dos autores se sente honrado com sua presença e lamenta não poder colocar todos os seus livros, premios e pensamentos aqui pois temos muito a aprender com você tamanha a riqueza de seu trabalho e competência!
Sabemos que há muito mais a ser contado!
Desejamos alegria e sucesso no seu caminho e o convidamos _ e a todos os leitores_ a ouvir sua música preferida!



3 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Puxa, foi legal conhecer esse autor de tantos livros e dono de tantos blogs. Adorei a entrevista!

Parabéns aos dois,beijos,chica

LUCONI

Nossa eu não conhecia, vou correndo conhecer os blogs, excelente entrevista gostei muito, parabéns Anne e a você Marciano que já me encantou, beijos Luconi

OceanoAzul.Sonhos

Adorei encontrar o grande escritor e excelente pessoa, Marciano Vasques, aqui neste magnifico espaço. Sigo alguns dos seus blogs e perco-me lendo seus escritos. De uma simplicidade enorme escreve histórias que encantam crianças e adultos tendo sempre conteúdo formativo e moral. Os sapinhos a quem dá voz, são de uma ternura sem fim.

Gostei muito de conhecer mais um pouco desta grande pessoa que muito admiro.

Um abraço
oa.s

Compartilhe