• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

02/05/2012

Minhas mãos






( Celia Rangel)



Reconectar com minhas mãos
Ágeis ou preguiçosas
Que abençoaram
Que acolheram
Que afagaram
Que plantaram
Que aplaudiram
Que lágrimas enxugaram
Que apontaram caminhos
Que ensinaram
Que escreveram
Que tanto buscaram
Que ofertaram e negaram
Que se uniram na aliança do amor
Que agora postas oram
E agradecem:
Pelo que fizeram
Pelo que deixaram de fazer
Pelo que humilharam
Pelo que elevaram
E esperam na confiança do Pai
O perdão, a paz e novas chances
De fluir e transcender em paz!
Mãos, que assim, se eternizam.

Célia Rangel, autora.
Membro da Cia dos Blogueiros
e do Clube de Autores.



Visite o blog da autora:

Celia Rangel

7 COMENTÁRIOS:

jose claudio

Bonita demais a prece feita pela Célia.

"fica sempre um gosto de perfume nas mãos que sabem ser generosas..."




Anne, obrigado mais uma vez, minha querida, pela atenção, pelo carinho, pela solidariedade. Você é uma pessoa especial e eu a admiro por demais.
Um grande abraço, ótimo dia. Paz e bem.

Severa Cabral(escritora)

Aiaiaiaiaiaiaiaiaiaiaiai!!!!!!!!
Encontrar a Célia hoje aqui sei que tem festa dupla!!!!!!!!!!!!!!!
Vc nem sabe mais deve calcular,essa nossa amiga das letras é uma potência neste universo da blogsfera .Concorrer com ela nunca,kkkkkkkk
É uma professora das letras,sabe tudo e muito mais,tem uma psicologia que atrai seus seguidores,eu mesma para visitar-la,sabes o que faço.Vou lá e leio na integra,volto,fico imaginando seu potencial como se desenvolve,e um certo dia qualquer quando estou pronta para fazer comentário;vou lar e faço,as vezes junto tres postagens,para responder,mas como disse anteriormente,antes já tenho passado e lido,admirado...
Hoje encontrar ela aqui me faz sentir o quanto gosto dessa amiga,que sútilmente chega devagarinho em cada amigo e deixa sua mensagem dentro do contexto.Se for para falar da Célia eu passo o dia e entro pela noite,
Falar do poema que vc truoxe são as mãos, que assim, se eternizam.
Bjssssssssssssssssssssssss

✿ chica

Muito linda poesia da Célia! beijos às duas!chica

Maria Alice Cerqueira

Bom dia Anne,
a cada dia seu blog está mais lindo e rico de lindo conteúdo! tenha um lindo dia
com carinho
Maria Alice!

mundo da lua

E mãos que escrevem tão belos poemas
Emocionante

Elisa Zambenedetti

Sempre há redenção para os que de coração buscam o caminho do bem!
Parabéns, Célia Rangel!
Beijos, Anne.

Ana Bailune

Um poema-oração suave, e lindíssimo...

Compartilhe