• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

12/10/2012

Os mistérios da vida


( Toninho Bira)




Quando olho para o mar sinto energia.
Mas se olho para o céu vejo o clamor.
Quando olho para a serra sinto a magia,
Mas se olho para dentro vejo o amor.

Uma gota d’água que faz transbordar,
Quando se desprende desta imensidão,
Vêm alimentar rios e volta para o mar,
Mas umedece a terra na plantação.

Assim que vejo os mistérios da vida,
Nesta fusão da matéria na construção,
Mas que sabemos logo vai ser subtraída,
Para cumprir sua volta na nova missão.

Não busque em Dante o seu inferno,
Nem as origens que tanto entristece,
Pois sempre sente o carinho materno,
Então fecha os olhos como numa prece.




Visite o autor:





13 COMENTÁRIOS:

Severa Cabral(escritora)

Belo alvorecer minha querida !!!!!!
Achar aqui esse amigo querido,me deu muita alegria,pois eu adoro-o sua amizade e amo seus escritos...me cativa de tal forma que sou cúmplice dele,rsrsrs
Muito lindo a sua escolha,mas é dificil extrair alguma cioisa do Toninho...
bjs de espoletinha pra vc e pra ele!

✿ chica

Visitar e ler Toninho é coisa que adoro faze. Me delicio com seus escritos! abração aos dois e lindo feriadão!chica

Daniel Costa

Anne Lieri

Por teu intermédio, tive o prazer de viver novos bons momentos de poesia. Belo o poema de Toninho.
Beijos

Daniel Costa

Anne Lieri

Por teu intermédio, tive o prazer de viver novos bons momentos de poesia. Belo o poema de Toninho.
Beijos

Ana Miranda

"Mas se olho para dentro vejo o amor."

Felizes são os dias em que olhamos para dentro de nós mesmos e vemos o amor!!!

Lindo poema!!!

Uma sensação agradável em sentir as palavras rimando, combinando sentimentos e emoções.

Obrigada, Anne, por sempre trazer belos poemas de seus amigos para lermos.

Toninhobira

Poxa amiga, que honra esta por aqui.
Passeando por aqui me vejo, com todo este carinho de amigos que tenho uma simpatia especial e terna.
Até a espoletinha passou por aqui e deixou seu rastro perfumado de magia e poesia.
Grato sempre amiga e a todos os amigos que visitam este belo blog.
Abraços a todos.
Bjo amiga.

Silvia Masc

Olá Anne muito prazer em conhecê_la e aos seus escritos. Obrigada pelas palavras carinhosas que você deixou no Longevidade. Serás sempre bem vinda!
beijinho

Renata Diniz

Anne! Essas palavras do Toninho Bira são muito preciosas para nos levar ao início, ao alfa. Beijos e mais que lindo fim de semana!

Catia Bosso

Que luxo sair de sampa e prestigiar meu amigo mineiro aqui!!! Isso é 'mais que bão'
SEu talento é lindo.


bjsMeus

CAtita

Dulce Morais

É sempre um prazer descobrir as suas postagens, Anne. E esta não faz exceção. E vou, claro, passar a seguir esse blogue cheio de lindas poesias que nos propõe.
Abraço.

Luna Di Primo

gracinha do Toninho, com esse belo poema, encannnntaaaaa...bjuuu nos dois

Caio Fazolato

Que poema gostoso de se ler !
Que maravilha Toninho !
Identifiquei-me com todo o poema , mas a parte que cita a Serra realmente é mágico , eu admirador de Minas gerias sei exatamente que é uma mágia imensurável .

Belíssimo poema ! Um Abraço de paz !

Celina

É COM TODO CARINHO QUE DEIXO O MEU COMENTÁRIO A ESTE GRANDE AMIGO , OS SEUS VERSOS SÃO LINDOS PRINCIPALMENTE NESTA POESIA´ABRAÇOS CELINA.

Compartilhe