• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

09/07/2013

Amor de comunhão

AMOR DE COMUNHÃO




Amar só tem uma versão
Amar, com amor ardentoso,
Amor de comunhão
Há bastantes tipos de amor, até o amistoso!
Mas só um, trás ao espirito a alimentação
A alimentação material de cariz carinhoso,
Sonhava eu, fogoso na ocasião,
Sonho verdadeiramente, animoso!
Um anjo me pareceu estender a mão,
Me senti ditoso,
O que me esperava, não sabia, não!
O anjo me pareceu de imaginação assombroso,
Tocou num velho aguilhão,
Me senti a subir vertiginoso,
Parecia voar num caos, numa efusão,
Exoterismo venturoso!
Sobrevoava uma galáxia, seria em missão?
Voava aparatoso!
Me sentia qual Salomão
Em procura da justiça, animoso,
Continuei, parecia vocação!
Não me apercebi como, desci no verde anguloso!
Desígnios do anjo, de fazer suspender a respiração!
Ao ver uma mulher, de preto, a olhei pressuroso,
Sua beleza me sugeriu, amor sem condição,
Oh, como me senti ditoso!
O seu olhar para mim, irradiava jeito de medalhão,
Quando me senti acordar, já me pareceu adverso,
A doçura, me pareceu aversão,
Chegava o som da musicalidade, como se troasse no universo,
O som se aproximou em comunhão,
Como se aproximou, a bonita mulher, o meu sucesso!
Amor de comunhão!



Visite o autor: Daniel Costa





6 COMENTÁRIOS:

Daniel Costa

Anne

Surpresa absoluta, grato, muito grato. Sabia que o poema Amor de Comunhão é o último de uma coletânea de 118, sob os signos do anjo, o sonho, galáxia e o amor, já contratualizado, a ser editado a partir de Setembro?
Por isso tem, para mim um grande significado. O título do livro é: EU E VOCÊ - POEMAS.
Beijos de amizade e agradecimento

Severa Cabral(escritora)

Bom dia minha querida !
Primeiro do que tudo quero te dizer que ainda estou me recuperando da minha primeira cirurgia,já me preparando para a segunda .E vendo essa homenagem para o amigo Daniel ,mas com minha imagem,não resisti de deixar minhas poucas palavras como elogio e consideração que vc tem por mim .Merece meu comentário.E não podendo me estender muito e já estendida,rsrsrsrr.Deixo meu parecer sobre o que acho de um amor de comunhão.
Vejo que a poesia consegue traduzir o amor sonhado eterno em um amor de comunhão...será um caminhar de mãos dadas que traz outro esplendor,mesmo que seja em sonho,por outra Galáxia.Assim é o amor de comunhão .Onde se trilha num belo bloco de imagens,dentro de uma explosão de palavras que faz da sua literatura contos que encanta a alma ...e com certeza encantou-te ao ponto de trazer até aqui para encantar quem por aqui passa.
Também aproveito para agradecer seu carinho ao postar o poema LENTES DO MEU OLHAR,desculpa por não ter podido comentar no dia que foi postado.Realmente foi um poema dos mais belos que já fiz,pois fui inspirada algumas horas antes de fazer minha cirurgia.Me deu uma força muito grande ,saber que minhas novas lentes irão fazer poemas mais coloridos,quem sabe-se que não seja com as cores do arco-íris.
Beijos e beijos com o desejo de saúde pra ti e de muitas inspirações para abraçar os amigos.
Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Mas breve voltarei completa !

✿ chica

Muito legal ver o Daniel aqui e rever nossa Severa que faz falta por aqui! beijos,chica

Ana Bailune

Lindo poema de Daniel! Bom ter notícias de Severa. Tudo de bom , Anne.

Gostando da Vida

ola Anne!!!
Muito bom ver o comentario do autor, muito simpático... o poema é lindo Anne... faz agente parar e refletir para ler... muito bonito... obrigada por compartilhar!!!
um beijinho e uma otima noite de terça feira!!

www.gostandodavida@hotmail.com

Toninho

Uma ótima construção numa homenagem da querida Severa.
Parabéns ao Daniel.
Meu abraço Anne.

Compartilhe