• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

25/07/2013

Chovem os meus olhos...


Chovem os meus olhos...

( Sandra Subtil)




 Foto de Simona Andrei





Chovem os meus olhos
Nas madrugadas tristes e frias.
Rios transbordantes de águas fecundas de solidão.
Chovem os meus olhos
Nas manhãs salpicadas de rubro
Quando a secura da saudade
Geme dilacerante no peito.
Chovem os meus olhos
Nas noites amadurecidas, perdidas
Dolorosamente sentidas.
Chovem os meus olhos
Por entre o nevoeiro denso de mim.
Chovem. Bátegas salgadas por ti.





Visite a autora clicando em seu nome:




6 COMENTÁRIOS:

Patrícia Pinna

Bom dia, Anne. Muito bonita a poesia da Sandra.
A saudade dilacera, faz chorar, sofrer, e rios continuamente a correr por entre olhos tristes, mas que na realidade camuflam uma esperança.
Parabéns!
Beijos na alma e lindo dia de paz!

✿ chica

Linda demais como todas de Sandra!beijos praianos às duas,chica

RUDYNALVA

Anne!
Poema sensível da Sandra...

Obrigada por visitar o blog e deixar seu recadinho, retribuo com carinho!
Desejo um final de semana de prosperidade!!
Blogueiras Unidas 1275!
Paz, amor e muita luz!
cheirinhos
Rudy
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

LUCONI

Pura sensibilidade esta poesia, linda demais, parabéns para as duas, beijos Luconi

Fernanda Oliveira

Bela poesia!
Parabéns a autora,e a você amiga Anne, pela boa escolha!

Beijos!

Fernanda Oliveira

Orvalho do Céu

Olá, meninas
Em mim, encontro também e muitas vezes, densos nevoeiros... Linda poesia!!!
Bjm de paz e bem

Compartilhe