• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

06/08/2014

Recado




Recado

(Rosemildo Furtado)




Vós que sentistes a dor de uma separação,
Em tempos passados, quando feliz éreis na vida.
Se por degeneração física, falta de amor ou paixão,
Ou quaisquer que foram os motivos da partida.



Vós que sentistes o desprazer do abandono,
Sem ao menos o direito de tentardes uma reação.
Destes-vos ao sofrimento, e pra vida nenhum plano,
De um novo e grande amor para alentar o coração.




Vós que sentis hoje, o amargor da solidão,
E viveis das lembranças de um passado distante.
Sem consolo, e a merçê de um desprezo gritante,
Condenada ao desalento, sem dó e sem compaixão.




Eis que é chegado o momento de uma total mudança,
Tendes de reagir, pois não cometestes nenhum pecado.
Afinal, não custa nada alimentardes a vital esperança,
De recobrardes a felicidade. Este é o meu recado.




Visite o blog do autor:







8 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Gosto muito dos escritos do Rosemildo e adoro chegar lá no seu blog e ver textos seus! Lindo! abração aos dois, tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever

Lindo texto,também de um amigo que não conheço,irei até o blog para conhecê-lo melhor.
Bjs Anne.
Carmen Lúcia.

Poesia do Bem

Lindooo. Oi anne claro que pode pegar o texto pra cá. E minha internet aqui é lentíssima heheh

Rosemildo Sales Furtado

Sinto-me bastante lisonjeado e confesso honestamente que não tenho palavras para agradecer por tão belíssima homenagem. Ver uma baboseira escrita por mim publicada num espaço belo, aconchegante e, acima de tudo, importante, é motivo de muita alegria e satisfação.

Muito obrigado de coração! Que DEUS te abençoe e permita que continues sendo a mesma amiga maravilhosa que és.

Beijos e muita paz para ti e para os teus.

Furtado.

Dorli

Oi Anne
Merecida homenagem a Rosemildo, traz ótimos autores e também escreve muito bem
Beijos no coração
Lua Singular

Ana Bailune

Belo texto!
Acho que ninguém sairá desta vida sem sentir esta dor.

Augusto Sperchi

Oi Anne!
Que belo e confortador este poema do Amigo Furtado! É sempre um deleite ler criações de qualidade e profundeza. Parabéns para o autor.
Um abraço!

Roselia Bezerra

Olá, querida Anne
'Amargor da solidão'... vou lendo cada sugestão que vc nos oferece, amiga e fico com o coração na mão aqui... a gente vê histórias semelhantes e se envolve o poema tão bonito...
Bjm fraterno de paz e bem

Compartilhe