• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

13/03/2013

Condenada á vida


Condenada à vida
(Isabelle A.)




Uma sociedade inteira construída sobre a comparação, sobre o erro, sobre a troca dos polos certo e errado. De bilhões de mentes, algumas, penso eu, pensam como eu. Não há unguento que amenize os gemidos de dor de cada um, de mim. Ao olhar de relance para o carro ao lado, para a janela da frente, para a caixa do supermercado só se enxergam olhos vazios, perdidos, lívidos, carentes de visão. Qual é a graça de respirar o ar que provém do egoísmo, do pedantismo? Qual o objetivo de acordar cada manha para se olhar no espelho para se comparar à mesmice de algum estereótipo de um grupo que, digamos, acho que tenha preceitos que concordo sendo que nem mesmo sei com muita certeza o que penso. Ouvir, falar, ver são variáveis de uma equação, que se usadas do modo certo não culminam num resultado certo, nem nulo; na verdade quando cada parte dessa equação é descoberta são colocadas na jogada mais e mais incógnitas que atrapalham, porque nenhum humano sabe como lidar com as mesmas. Numa insuficiência insaciável do andar, comer, crescer, ser superior estou condenada à vida, à persistir em gemer em dor, à ser um protótipo de quem realmente sou.


Visite a autora: Isabelle A.


5 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Linda escolha,Anne! um dia bem legal,beijos,chica

Ana Bailune

Uma reflexão muito sensata!

Nadja

"...e nunca me esqueço da criança que há em mim. Acredito em Deus e na bondade de todo ser humano..."

Oi Anne!

Que cantinho gostoso! Vou conhecer os outros também!
Obrigada pela visita!
Amei o que você escreveu, pois sou assim também!

Tenha um lindo dia!

Bjksss

Marcia Lopes

muito lindo
http://chique-debonita.blogspot.com

Marcia Lopes

muito lindo
http://chique-debonita.blogspot.com

Compartilhe