• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

01/04/2014

Mar da praia de Ipanema

MAR DA PRAIA DE IPANEMA

(Daniel Costa)




Imaginei um esquema
De observar, mergulhando
Mar da praia de Ipanema
Quiçá remando!
Voguei em sonho, no gracioso tema
A beleza das patricinhas, mirando,
Como projetado em écran de cinema
A Senhora do Mar, me animando
Sentia-a em jeito de poema,
Poema, me mimando
Observando a riqueza do sistema
Não só mirando, também rimando,
Rimando com o teorema,
Porém, Vinícius a deixou brilhando
Na sua poesia, como lexema
Que o mundo vem trilhando,
Com glamour de estratagema
Senhora do Mar - Aprovas te orgulhando!
Mar da Praia de Ipanema,
A teu redor o Leblon, te olhando
As correntezas do teu mar como fonema
A atrair surfistas nas ondas voando,
Da Pedra do Arpoador, sem problema
Com emoções fortes, sonhando
Rasgando as ondas, sem anátema!
Observarão o morro, com o mar, lutando,
O morro Dois Irmãos, da cidade ecossistema
Repare nos coqueiros, balançando
Senhora do Mar, é como semantema
O calçadão; o espaço doirando
Mar da praia de Ipanema
Oh… Oh… Oh… Ipanema!


Visite o blog do autor:



4 COMENTÁRIOS:

✿ chica

Daniel sempre canta versos e nos encanta! abração aos dois, lindo dia! chica

Beatriz Bragança

Querida Anne
Parabéns ao autor. Ipanema é sempre uma óptima fonte de inspiração!
Obrigada por partilhar, amiga Anne
Felicidades para Daniel.
Beijinho
Beatriz

Daniel Costa

Anne, não sabia desta postagem, que gostei muito. Nem sempre assim acontece, mas já tinha achado que ela me tinha saída bem.
Vim em busca do prejuízo.
Mais uma vez, agradeço a atenção também às duas comentadoras: Chica e Beatriz,
Beijos

Estrela Natal

Adorei as rimas, viajei para o Rio!
Beijos querida, obrigada por tudo!!

Compartilhe