• Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Anne Lieri

  • Evanir Garcia

  • Jonas Sanches

  • Franciangela

  • Nato Matos

11/09/2014

Duas penas

Duas penas

( Eduardo Nunes)




O poeta escrevia um poema,
no céu um passarinho voava
das asas deixou cair uma pena
quando o poeta para ele olhava,



Do chão, o poeta apanhou a pena,
outro poema com ela escreveu
com imaginação deu-lhe o tema
o passarinho uma pena perdeu.



Imaginava o poeta,
outros passarinhos a voar
anunciando a primavera
ouviu o cuco cantar.



interrompeu o poeta,
entoando na sua imaginação
enquanto o poeta escutava
outra pena caiu no chão!



Com as duas penas o poeta,
muitos poemas de amor escreveu
só tinha papel e tinha, não tinha caneta
com as penas que o passarinho perdeu!




Visite o blog do autor:








7 COMENTÁRIOS:

Patrícia Pinna

Bom dia, Anne. Que bonito poema você escolheu do Eduardo.
A imaginação faz toda a diferença no processo criativo e ele está de parabéns por tê-la e usá-la de uma forma tão linda.
Tenha um dia de paz.
Beijos na alma.

Edumanes

por esta hoje não esperava, mesmo, eu,
vir encontrar no Recanto dos Autores este poema
a olhar para o céu foi escrito com uma pena
que um passarinho a voar das asas perdeu!

Fui eu por acaso que o escrevi,
mas, todavia, eu não sou poeta
surgiu-me na imaginação quando vi
no chão uma e a seguir outra pena!

Obrigado amiga Anne, pela sua gentileza. Desejo para você um dia inesquecível e tudo de muito bom em toda a sua vida. Um beijo.
Eduardo.

✿ chica

Beleza! Edu sempre animado, inspirado! E nem sei como consegue fazer tantas poesias e as deixa em cada cantinho!Lindo! abração aos dois,chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever

Poesias do amigo Edu,não temos o que falar amiga Anne.
São sempre com muita rima e graciosas.
bjs
Carmen Lúcia.

Simone Felic

O passarinho na verdade não perdeu a pena , mas ajudou o escritor a escrever o poema.
bjs
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

LUCONI MARCIA MARIA

Que delicia este poema do Edu Manes, gosto muito de ler suas obras, paabéns aos dois bjos Luconi

Célia Rangel

A poesia de um autor dessa envergadura fica bem até com "penas de passarinhos"... Adorei sua criatividade!
Abraço.

Compartilhe